2018/03/02

Compras de smartphones novos está a dar lugar à compra de usados


Está a verificar-se um fenómeno curioso com os smartphones, que de certa forma pode ser equiparada ao mercado dos automóveis, com cada vez mais pessoas a optar por manter os seus smartphones mais tempo e também optando pela compra de smartphones usados.

Algumas marcas podem anunciar que continuam a vender números recorde de smartphones, mas a verdade é que o sector tem estado cada vez mais complicado. Não só os modelos topo de gama vão tendo preços cada vez mais exorbitantes, como temos também modelos super económicos cada vez mais capazes, e modelos de gama média a preços convidativos e com capacidades que muitas vezes quase se podem equiparar aos dos topo de gama.

O resultado de tudo isso é que há cada vez menos pessoas a trocarem de smartphone de ano para ano, opção perfeitamente natural quando, se tem um equipamento que continua  a ser completamente funcional mesmo com dois ou três anos; e o custo de o trocar por um novo topo de gama vai sendo cada vez maior.



Também devido a isso se tem assistido a um aumento da procura por modelos usados ou "antigos". Com a política de lançamento de novos smartphones todos os anos (que alguns fabricantes já vão abandonando - e outros atalhando, lançando novos modelos sem que se tenha passado um ano) isso também faz com que os modelos anteriores se tornem, muitas vezes, em opções tentadoras. Veja-se por exemplo que com a apresentação do Samsung Galaxy S9, o anterior Galaxy S8 - que continua a ser um excelente smartphone - já vai tendo preços que se aproximam dos 500 euros; e se alguém quiser vender um usado, seguramente terá que o vender por um valor substancialmente inferior.

É algo que resulta em grandes oportunidades para os consumidores, mas que também explica porque motivo a coisa não está fácil para todos. Fabricantes como a LG têm tido dificuldade em cativar o mercado e até cancelaram o lançamento do novo topo de gama, enquanto outros parecem estar a conseguir adaptar-se: o novo ZenFone 5Z, que é um smartphone topo de gama mas que a Asus vai fazer chegar ao mercado com preço abaixo dos 500 euros.

Mas que não haja ilusões, embora a Apple e Samsung possam parecer manter-se à parte destas "guerras"... será apenas uma questão de tempo até que também eles se vejam embrulhados por estas questões.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]