2018/05/20

Baterias Tesla de 18.2MW na Bélgica estabilizam rede eléctrica europeia


Podemos não ter a mega-bateria de 100MW que a Tesla construiu em tempo recorde na Austrália, mas já podemos contar com um pequeno parque de 140 baterias Tesla e 18.2MW de capacidade total, para ajudar a estabilizar a rede de energia na Europa.

Fornecendo energia a 400 milhões de pessoas, a rede eléctrica Europeia é a maior do mundo, e nem sempre é fácil garantir que funciona no parâmetros desejados. Ainda recentemente houve um caso em que um desequilíbrio na rede afectou ligeiramente a frequência, desfasando em 5 minutos os relógios dos equipamentos que utilizam os 50Hz da rede eléctrica como referência.

É exactamente para prevenir incidentes como este que este novo parque de baterias da Tesla na Bélgica vai servir, actuando com um "estabilizador" da rede, permitindo absorver de forma instantânea picos de produção que iriam afectar a frequência da rede; ou de injectar essa energia na rede sempre que seja necessária.

Eventualmente, no futuro, este será o tipo de coisa que poderá ser feita de forma distribuída, apostando-se na instalação deste tipo de baterias em cada casa, dispensando a necessidade de criar estas "mega-baterias" em pontos críticos da rede.

6 comentários:

  1. Sinceramente, ás vezes não percebo este hype ou quase histeria à volta da Tesla.
    O UK em Novembro do ano passado já tinha 100MW de capacidade instalados destes sistemas. Sistemas esses que foram sendo instalados nos últimos dois anos. Por esta altura já deve andar próximo dos 200MW de capacidade instalados. Curiosamente que saiba nenhum deles é da Tesla. O porquê, não sei. Isto para dizer que apesar de a Tesla ter estado na vanguarda na "electrificação" do ramo automóvel, e tem todo o mérito por isso, não quer dizer que seja o supra-sumo em tudo o que toca.

    https://www.cleanenergynews.co.uk/news/storage/explosive-growth-in-uk-energy-storage-pipeline-what-the-capacity-market-reg

    Ps: Isto é mais um desabafo do que propriamente uma critica à notícia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, os sistemas em si não são novos (ainda me lembro das salas cheias de baterias nas nossas barragens, e isto era há várias décadas - embora com capacidades que devem ser ridículas, comparadas com estas, digo eu). Mas estes parques continuam a ser uma excelente aposta.


      Eliminar
  2. Os geeks da tecnologia ligam mais ao que a Tesla faz porque o marketing desta é mais direccionado para eles. Isto inclui o Carlos. :P

    Por isso dão mais destaque a notícias sobre a Tesla. Contudo isto acaba por ser bom porque atrai interesse para estes progressos e torna o investimento em armazenamento de energia e energias renováveis em algo sexy.

    O armazenamento de energia na Austrália foi uma jogada de mestre em termos de marketing e vai beneficiar muitas mais empresas do que a Tesla a médio prazo.

    ResponderEliminar
  3. Sim, é uma questão de marketing mas não deixa de ser importante poder armazenar energia produzida de fontes renováveis (que não funcionam quando não há sol/vento), assim evitar ao máximo a utilização de centrais mais "porcas". E também para as empresas europeias acordarem e venderem o que a Tesla vende... que não é nada de inovador.

    ResponderEliminar
  4. Peço desculpa pela minha intromissão, mas sinceramente não sei onde foi buscar essa ideia de que uma bateria com uns meros 18,2 MW de potência consegue estabilizar a rede elétrica europeia!

    A propósito: em Portugal e em quase toda a Europa escreve-se 18,2 (com vírgula) e não 18.2 (com ponto). Mais uma vez as minhas desculpas pela intromissão e keep up the good work.

    ResponderEliminar

[pub]