2018/05/02

Como usar a Xiaomi Yeelight


A área da iluminação é uma das portas de entrada no mundo da domótica e da automação doméstica, sendo também uma que permite um investimento inicial bastante reduzido e oferece resultados instantaneamente visíveis. Hoje vamos mostrar como decorre todo o processa de configuração inicial de uma lâmpada Yeelight e a sua utilização.


A lâmpada Yeelight



Ligar uma luz é um acto que repetimos várias vezes ao longo do dia. A Yeelight Color Bulb E27, é uma lâmpada inteligente com o chamado casquilho grosso, podendo por isso ser instalada na grande maioria dos candeeiros que temos por casa.

Esta lâmpada tem duas características especiais, que a distinguem das lâmpadas comuns:
  • Tem ligação WiFi
  • Permite regular a tonalidade e intensidade da cor da luz

A versão em análise oferece dois tipos de iluminação: branca/amarela e cores. Há um modelo mais económico, que para além da intensidade apenas permite alternar entre a cor branca e amarela. Nota adicional: ter em atenção que existem duas gerações destas lâmpadas, as mais antigas eram de 9W e produzem cerca de 600lm, as mais recentes são de 10W e já conseguem gerar 800lm.

O facto de oferecer a possibilidade de se ligar a uma rede WiFi permite que a lâmpada possa ser controlada através do smartphone ou um sistema de automação. Para esse efeito, a Xiaomi disponibiliza duas opções, a Mi Home e a Yeelight. A primeira é mais completa, permitindo gerir outros equipamentos para lá da iluminação (por exemplo, criar automações em conjunto com os sensores e gateway Xiaomi), ao contrário da Yeelight que apenas se destina a este fim.

De notar que estas lâmpadas continuam a poder ser usadas como lâmpadas tradicionais, acendendo e apagando-se no interruptor de parede - mas para tirarem o máximo partido delas, será conveniente deixarem-nas ligadas e controlá-las a partir da app, ou de interruptores igualmente inteligentes.


App Mi Home


Para utilizarem a app Mi Home é necessária uma conta Xiaomi. Além desta última, vão ter de escolher um servidor. Por norma, a escolha deverá recair em Singapura, mas podem experimentar outras opções.



Na zona inferior temos uma fila de ícones: ecrã principal, loja, automação e perfil. É no ecrã principal que podemos adicionar novos produtos. Depois de ligarem a lâmpada no local onde a pretendem instalar, devem clicar no "sinal mais", que se encontra no canto superior direito.



O modo de pesquisa arranca automaticamente, mas podem sempre forçar o mesmo no ícone apresentado na zona inferior do ecrã. Caso a lâmpada não apareça na lista dos equipamentos a configurar, têm a possibilidade de adicionar manualmente. Para isso, escolham esta opção e de seleccionem a Yeelight Color Bulb. Esperem alguns segundos para que a app carregue a informação e de seguida sigam as instruções apresentadas. No caso em questão, ligar e desligar a lâmpada 5 vezes seguidas. À quinta vez, a Yeelight Color Bulb começa a piscar, mudando de cor. Nessa altura podem clicar na opção "reset successfully".



Podem configurar a designação de cada equipamento e atribuir uma localização ao mesmo (cozinha, sala, quarto, etc.). Caso estejam a pensar utilizar vários lâmpadas ou outros artigos da Xiaomi, recomenda-se que utilizem este sistema de organização, pois acaba por facilitar a gestão dos equipamentos.

Para configurar a lâmpada, podem tocar no ícone da mesma.


A app vai apresentar um novo layout, com quatro ícones da zona inferior: ligar/desligar, cor branca/amarela, cor e sequência. No segundo e terceiro ecrã, o deslizar do dedo na horizontal vai mudar a cor, na vertical, altera a intensidade da luz. O modo sequência permite alternar o tom da cor, algo que pode ser interessante para ambientes festivos, ou para quem prefira uma iluminação mais criativa. Tem quatro transições à escolha e, para escolherem as cores, basta seleccionarem cada uma delas e girar a roda, até que a cor desejada esteja sobre o triângulo.



A automação possibilita uma utilização mais personalizada da Yeelight Color Bulb, podendo o utilizador definir o horário para a lâmpada se ligar/desligar, com a opção de o fazer diariamente, ao fim de semana, ou até mesmo, em intervalos de tempo personalizados. Para quem tiver sensores, poderá também associar coisas como: quando detectar movimento no sensor X, acender a lâmpada Y.


App Yeelight


A App Yeelight é outra opção para controlarem a Yeelight Color Bulb, devendo ser a escolha para quem procura uma aplicação ainda mais simples e intuitiva. Há que referir que os dados definidos na App Mi Home estão sincronizados na Yeelight, pelo que podem usar ambas as apps em paralelo, consoante as necessidades.



A app tem três ecrãs principais, um para definir perfis (scenes), outro para gestão das localizações e ainda um outro onde se encontram todos os equipamentos de iluminação.


No exemplo em cima, o agendamento que defini aparece atribuído na Yeelight Color Bulb1 (o mesmo nome que tem na app Mi Home). O ícone à direita mostra o estado da lâmpada, neste caso ligada devido ao programa que defini, o qual determinava que a luz se deveria desligar às 00:30, conforme apresentado na imagem.



A configuração de cada equipamento está dividida em quatro zonas: recomendações, branco/amarelo, cor e sequência. São mesmas apresentadas na Mi Home, talvez de uma forma mais simples e intuitiva. O ecrã das recomendações poderá ser bastante útil, pois disponibiliza configurações para diferentes horas e eventos. Basta seleccionar uma das opções, para que a Yeelight Color Bulb passe a apresentar o comportamento pré-definido.



Na zona inferior do ecrã, têm três ícones: ligar/desligar, favoritos e um ícone de atalho com mais uma palete de opções, com destaque para o temporizador e agendamento.


Com estas duas apps, têm uma forma simples para controlar a Yeelight Color Bulb; o único risco é depois começarem a pensar nas potencialidades de trocar todas as lâmpadas que têm em casa por estas lâmpadas Yeelight. (Incluindo usá-las como ambilight, como sugerido pelo Valter. :)

6 comentários:

  1. O melhor é que também as podemos integrar com outros sistemas de automação, como por exemplo o OpenHab que é como eu tenho as minhas.

    ResponderEliminar
  2. Podem tirar muito mais potencialidades destas Lampadas conforme foi dito acima, ou usando o Home Assistant que tem integração com as mesmas aumentando consideravelmente muitas mais opções de uso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, sem dúvida... mas estamos a dar um passo de cada vez. :)
      Este artigo não é dedicado a quem "já sabe", é para quem ainda tem receio de entrar neste mundo e quer saber como é que a coisa funciona "sem se meter em mais aventuras complicadas".

      Eliminar
    2. Yeelight + OK google = heaven

      Eliminar
  3. Eu tenho o servidor Chinês configurado na gateway, há altura era o único servidor que dava para funcionar com a gateway, se me dizem que o servidor de Singapura também dá prefiro .

    ResponderEliminar
  4. Na altura que comprei a minha Yeelight, foi mais por brincadeira e para experimentar. Esteve parada uns tempos mas neste momento encontra-se num candeeiro situado atrás da TV da sala e é normalmente usada para uma de duas funções:

    - Controlada pela app da Yeelight, quando estou na sala e não preciso de grande luz, a luz desta em branco é mais que suficiente para se estar bem (ou até para se criar um certo clima de vez em quando usando outras cores =P );

    - TV + Kodi (a correr no meu Raspberry Pi multi-funções) + Addon YeeMee [ https://forum.kodi.tv/showthread.php?tid=313197 ] torna-se uma excelente Ambilight para o visionamento de filmes e/ou séries.

    ResponderEliminar

[pub]