2018/05/11

Google Duplex vai anunciar ser uma AI ao falar com pessoas


A impressionante demonstração do Google Duplex, o sistema em que o Google Assistant faz um telefonema para um serviço e interage com uma pessoa para fazer uma marcação, como se fosse uma pessoa real, já está a gerar polémica.

Há quem considere que um serviço como este seja um "atentado à humanidade", fazendo com que a Google já tenha vindo a público clarificar que o serviço irá identificar-se como sendo uma AI ao iniciar a conversação com alguém, para que o interlocutor não se sinta enganado por estar a falar com uma máquina. Por outro lado, parece-me lógico prever que, mesmo que a Google o faça, será uma questão de tempo até que outros tenham acesso a tecnologia idêntica, e possam não o fazer - ou que isto se torne tão banal, que as pessoas simplesmente já nem se preocupem em querer saber se é esse o caso ou não.


Aliás, embora compreenda a decisão da Google de ter feito aquela demonstração do Google Duplex e das suas incríveis capacidades, confesso que fiquei um pouco surpreendido por não ver a Google começar por aplicar aquelas mesmas capacidades conversacionais na própria interacção do utilizador com o Google Assistant (antes de ser aplicada a telefonemas para fora).

Acredito que muitas pessoas achariam muito mais útil poderem falar com aquela naturalidade com o seu smartphone ou Google Home - algo que utilizariam diariamente - do que saber que poderiam delegar a marcação de um restaurante ou outros pedidos, para um telefonema feito pelo Google Duplex.

... Mas mesmo que a Google opte por fazer isto em sentido inverso, como parece ser o caso, será sempre uma questão de tempo até aquela naturalidade de conversação que vimos neste telefonemas, se venha a aplicar aos assistentes digitais que temos nos nossos smartphones, wearables, e demais "smart devices".

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]