2018/07/17

Axel Voss usa fotos sem permissão - tenta eliminá-las como se nada fosse


Axel Voss é o arquitecto por trás da proposta de alteração dos direitos de autor contendo os obtusos artigos 11 e 13 - que felizmente foi recambiada de volta às origens - e, sem grandes surpresas, é apenas mais a revelar completa hipocrisia, ao usar ele próprio fotos sem qualquer autorização.

Se do alto da sua cadeira na comissão Axel Voss veste a capa de salvador dos autores, repetidamente dizendo que é inaceitável que os autores vejam os seus trabalhos expostos na internet sem receberem qualquer compensação, logo ali ao lado parece esquecer-se disso mesmo, tendo sido descobertas dezenas de imagens com direitos de autor usadas por Axel Voss ao longo dos últimos anos.

Mas isto nem sequer é a parte mais cómica, pois teria sido simples Axel Voss dizer que tinha sido um lapso e que se iria encarregar de rectificar a situação (embora já fosse altamente censurável que alguém na sua posição tivesse sido apanhado a fazer exactamente o oposto do que apregoa). Mais revelador é a forma como Axel Voss lidou com esta situação...

Procurando saber se as imagens estariam a ser usadas com o devido licenciamento pago aos autores, o site BuzzFeed News Germany enviou repetidamente essa pergunta a Axel Voss e ao seu gabinete, obtendo apenas respostas evasivas. Quando a pergunta passou a ser se podiam fornecer provas de que estavam autorizados a usar aquelas fotos, a resposta mudou para "não fornecemos facturas a terceiros". Isto para uma pergunta em que bastaria uma simples resposta "sim ou não".

Mas a resposta acabaria por chegar pouco depois, com mais de uma dezena dos artigos em causa a terem sido eliminados sem qualquer aviso ou explicação. Quando interrogado sobre o motivo dessa eliminação, o gabinete de Axel Voss limitou-se a retorquir com um "qualquer pessoa pode adicionar ou remover posts conforme deseje", mas não deixando de referir que "se um detentor dos direitos de autor nor informar que violamos os seus direitos, removemos as imagens de acordo com o procedimento de takedown da directiva de e-commerce".

Uma afirmação curiosa vinda de quem deveria estar informado sobre as actuais leis (afinal, querem alterá-las, certo?) e que parece desconhecer o facto de que o "takedown" se aplica às plataformas de alojamento de conteúdos e não a utilizadores finais. Enfim, o que importa é que tira o carapuço a Axel Voss, que veste a camisola de salvador dos pobres autores que vêem os seus trabalhos usados sem reconhecimento nem compensação... e que ao longo dos anos tem feito isso mesmo, limitando-se a tentar apagar as provas quando apanhado.

8 comentários:

  1. ele usa e todos usam. a lei é so para agradar a uns e outros.

    ResponderEliminar
  2. Um dia (não é um, já foram vários) faz-se ataques soezes a Marinho Pinto, noutro é a Axel Voss.

    Procura-se omitir o essencial do que está em causa nos artigos 11 e 13 - fazer dinheiro à custa do trabalho de outros.

    Por acaso Axel Voss ganhou dinheiro com as imagens que tinham direitos de autor?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai é esse o essencial? Então podemos usar obras protegidas sem qualquer problema, tipo Axel Voss *desde* que não seja para ganhar dinheiro? Uau! Visionário, peço imensa desculpa por estar equivocado quanto a este grande senhor. Fico surpreendido por ele ter ficado tão melindrado ao ponto de apagar as coisas...

      Eliminar
    2. “O maior objectivo é proteger os artistas europeus e garantir que são remunerados pelas grandes plataformas que difundem o seu conteúdo online como parte do seu modelo de negócio”, explica ao PÚBLICO o eurodeputado relator da proposta actual (introduzindo emendas à versão inicial da CE), e membro do Partido Popular Europeu, Axel Voss."

      Volto a pôr o link ;-)
      https://www.publico.pt/2018/07/03/tecnologia/noticia/os-argumentos-a-favor-e-contra-as-novas-regras-da-uniao-europeia-para-os-direito-de-autor-na-internet-1836623

      Eliminar
    3. Então posso roubar as tuas criações, desde que não ganhe dinheiro com elas, está tudo bem, é isso?

      Eliminar
    4. Então, por essa ordem de ideias, posso ver filmes à vontade sem pagar, afinal não estou a ganhar dinheiro com isso, certo?

      Eliminar
    5. Eia, ó Aires, até apetece mandar-te para Punta Cana!

      Eliminar
  3. São pessoas como este Aires, que fazem propostas destas!

    Que visionário....

    ResponderEliminar

[pub]