2018/07/02

Como funciona o GPU Turbo da Huawei?


A Huawei está a prometer melhorias significativas no desempenho do GPU graças à sua tecnologia GPU Turbo que começará a chegar mediante actualizações já em Agosto, e finalmente começam a surgir informações sobre como isto é possível...

A Huawei está a prometer melhorias de 60% no GPU dos Kirin 960 e 970, e ao mesmo tempo reduzir os consumos em 30% - valores que seriam bem significativos caso dissessem respeito a uma nova geração de GPUs, mas que se tornam ainda mais inacreditáveis quando supostamente irão chegar a dezenas de modelos Huawei e Honor no mercado, mediante uma simples actualização de software.

É difícil não ser céptico quanto a promessas desta magnitude, mas finalmente começam a surgir algumas indicações de como isto poderá ter sido feito. Os GPUs foram concebidos para acelerar os imensos cálculos envolvidos na geração de imagens criadas matematicamente, mas ainda assim trata-se de um processo imensamente complexo e trabalhoso. Daí que o método mais eficaz de poupar trabalho é mesmo ser "preguiçoso" e fazer o menos possível, e a táctica utilizada pela Huawei parece consistir na detecção das áreas da imagem que não têm alterações (ou têm apenas alterações ínfimas), fazendo apenas os cálculos para as zonas das imagens que terão alterações significativas.

A técnica não é propriamente nova, sendo usada com frequência - especialmente nas consolas - como forma de melhorar o desempenho; com a diferença a ser que, no caso da Huawei, a técnica parece ter sido aplicada directamente no driver do GPU, de modo a poder aplicar-se automaticamente a todas as apps, em vez de ficar a cargo de cada app implementar isso por sua própria iniciativa.

A partir do próximo mês veremos que impacto real esta actualização irá ter nos smartphones Huawei e Honor com acesso a este GPU Turbo.

1 comentário:

  1. Atenção que grande parte do boost de performance vem da correcção de um bug no firmware que não permitia o controlador de memória atingir o clock máximo e assim acabava por estrangular o GPU que é o que mais precisa de largura de banda. A review ao p20/p20pro no site anandtech faz menção a isso que foi algo que já tinham detectado noutros dispositivos.

    ResponderEliminar

[pub]