2018/07/04

Filtros publicitários políticos no Facebook complicam a vida a empresas de jardinagem


Numa altura em que na Europa se prepara a aprovação de filtros automáticos que irão promover a censura na Internet, temos um excelente exemplo que mostra os problemas a isso associados, no caso da filtragem automática de anúncios no Facebook.

Depois de tudo o que se passou durante as últimas eleições presidenciais norte-americanas, o Facebook tem tentado aplicar maior controlo a nível de publicidade. O problema é que essa não é uma tarefa tão simples quanto os nossos eurodeputados podem pensar que é, e não faltam pessoas que já estão a ser prejudicadas por isso.

Na lista de "palavras proibidas" para publicidade no Facebook temos nomes como Bush e Clinton, o que será compreensível; mas o problema é que "bush" (arbusto) é também uma palavra bastante comum e usada frequentemente por empresas de jardinagem; e Clinton também não é de utilização exclusivamente política, havendo diversas cidades e povoações com este nome espalhadas pelos EUA.

A empresa "Al Mowit" queria fazer publicidade ao corte de arbustos... mas não pode

 A publicidade a uma representação teatral também ficou pelo caminho por se situar em Clinton

O resultado é que empresas ou particulares que até aqui podiam criar anúncios publicitários no Facebook com facilidade, ficam agora sujeitos ao mesmo tipo de escrutínio que é aplicado a publicidade política... e que nem sequer funciona convenientemente! Anúncios de empresas de jardinagem, ou de espectáculos escolares, como os acima exibidos, foram inicialmente aprovados e publicados... e posteriormente removidos sem que tenha sido dada qualquer explicação - sendo posteriormente indicado que tinha sido detectado que continham "conteúdo político"! E agora imaginem que eram os promotores de uma banda chamada Bush, que até necessitava mesmo de fazer publicidade no Facebook como meio de subsistência?


... Faz-me lembrar o caso dos anúncios na Google que estavam a ser rejeitados por incluírem coisas como "envio gratuito para o Continente", e onde era indicado que Continente era uma marca registada e que por isso não podia ser utilizado.

É este o panorama perante o qual nos encontramos, e que se arrisca a afrontar diariamente centenas de milhões de pessoas por toda a internet...

6 comentários:

  1. “This is a new policy and process,” Facebook said of the mistakes. “Review and enforcement won’t be perfect – we’re certainly working on ways our technology can improve detection – but it’s important that we start.”

    Não fazer nada para combater as "fake news" era certamente pior.

    A menos que se entenda que a liberdade da internet também confere o direito a publicar "fake news" nas rede sociais - que não teriam qualquer responsabilidade no que cada um divulga, nem as deviam poder eliminar. É a chamada liberdade da internet - para enganar incautos ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas aqui estamos a falar de publicidade que, no mínimo, quando fosse marcada como suspeita, deveria ser alvo de uma verificação "humana". Se o Facebook nem isso consegue fazer logo de início... já se vê no que vai dar.

      Eliminar
    2. Concordo com o facto de haver direito de publicar "fake news", simplesmente por não confiar em quem decide o que "fake" ou "real" news. Isso só uma versão moderna da PIDE, em que "eles" decidem o que é ou não censurado.

      Eliminar

    3. Se me dissessem há uns tempos atrás que ia defender a Facebook ria-me.

      Mas o que é um facto é que com os apertos que têm levado estão a tomar medidas concretas para combater a praga das fake news.

      Quanto aos anúncios, legítimos, que sejam apanhados pelas deficiências da inteligência artificial criaram um processo de confirmação junto das empresas.

      De facto é um tema que vale a pena acompanhar, mostra como a NET pode ser alterada num sentido positivo (ou, pelo menos tentar). Pesquisem por "Facebook fake news".

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. e nao é que ha mesmo uma banda chamada BUSH

    https://www.google.com/imgres?imgurl=https://www.everythingisnew.pt/2016/wp-content/uploads/Bush_site-ein-2.jpg&imgrefurl=https://www.everythingisnew.pt/bush/&h=426&w=541&tbnid=dnaDEfF1i6eOtM:&q=bush&tbnh=151&tbnw=191&usg=__ew7A0d2uYW45eWkwMGrvsN6kYKI%3D&vet=10ahUKEwjQpr_71IfcAhWLPBQKHbOaBRgQ_B0I7QEwEw..i&docid=dcYRVA5UUko5jM&itg=1&sa=X&ved=0ahUKEwjQpr_71IfcAhWLPBQKHbOaBRgQ_B0I7QEwEw

    ResponderEliminar

[pub]