2018/09/22

Vidro dos iPhone XS e XS Max posto à prova vs iPhone X


A Apple anunciou que os seus iPhone XS e XS Max o vidro mais resistente alguma vez aplicado num smartphone e, como era de esperar, não demorou para que isso fosse posto à prova, com resultados... controversos.

As promessas de vidros resistentes foram desde logo acompanhadas por pessoas que procuravam os seus 15 minutos de fama, atirando todo o tipo de smartphones, acabados de comprar, ao chão - e essa "tradição" tem-se mantido desde então. Neste caso, o canal de YouTube TechSmartt deixou cair um iPhone X, XS e XS Max, para ver que tal se comportavam, e se realmente havia diferenças entre os novos iPhones e o modelo anterior.

O primeiro teste foi uma queda da altura da cintura, simulando o caso em que alguém a tirar ou por o iPhone no bolso o pudesse deixar cair. Todos os modelos resistiram sem danos visíveis. No segundo, uma queda da altura da cabeça, simulando o que poderia acontecer durante uma chamada telefónica ou um deslize enquanto se está a tirar uma fotografia ou selfie. Aqui as coisas começam a parecer comprovar o que a Apple diz, com o iPhone X a rachar o vidro, enquanto o XS resiste sem problemas e o XS Max fica apenas marcado na parte superior.

E por fim, uma queda de cerca de 3 metros de altura, em que o iPhone X estilhaça a parte traseira, o iPhone XS também não consegue resistir a estilhaçar o ecrã, e onde surpreendentemente o iPhone XS consegue resistir mais uma vez sem danos.


Portanto... é o vidro dos XS mais resistente que o do iPhone X, ou foi apenas sorte? Claro que se trata apenas de um teste indicativo, já que cada queda é uma queda, e ninguém está livre de ver o seu smartphone com vidro "hiper-resistente" partir-se por ter caído "da pior forma possível". Mas passando para um teste de resistência aos riscos mais controlado, como o que é feito pelo Jerry Rig Everything, as coisas mudam de figura.

O ecrã do iPhone XS continua infelizmente a riscar ao nível 6 da escala de Mohs, tal como o iPhone X do ano passado. E mais problemático ainda é que também a protecção das câmaras atrás, que agora é ligeiramente mais saliente devido ao sensor de maiores dimensões, risca também ao nível 6 - mesmo sendo anunciado pela Apple como sendo uma protecção de vidro safira. Se fosse realmente vidro safira com a qualidade esperada, deveria riscar apenas no nível 9. Não se poderá portanto confiar que a câmara fique livre de riscos, sendo tão fácil riscá-la quanto será riscar o ecrã.

Ambos aspectos a melhorar no futuro, e que no caso do vidro da câmara acaba por se poder considerar que é literalmente vender "gato por lebre", ao induzir deliberadamente as pessoas em erro, ao pensarem que têm um vidro safira resistente... e que acaba por riscar como o vidro normal.


9 comentários:

  1. Mais uma vez marketing da pior espécie e depois ainda têm coragem para criticar construtores de marcas Chinesas que vendem equipamentos por um décimo do preço pedido pela Apple, assim a venderam sempre gato por lebre não é difícil terem quase o monopólio dos lucros no Mundo mobile.

    ResponderEliminar
  2. São duas coisas distintas:
    Diz a Apple: "The most durable glass ever in a smartphone". Há alguma dúvida?

    Quanto à proteção das lentes o que Jerry Ring Everithing diz é que não se trata de safira pura e por isso não deveria ser considerado safira.

    "Ah mas assim a Apple está a enganar - não passa de vidro normal".

    Não sei quem exagera mais - a Apple a chamar safira ou o post a chamar vidro normal.

    P.S. A escala de Mohs não é linear, Não é com a dureza 1 é riscado por todos os metais e em 5 é riscado por metade dos metais. Vai afunilando, no 5 já são poucos os que podem riscar. Passar do 6 para o 7 também não é linear. Riscar perto do 6 ou perto do 7 não é igual.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ... leiam minerais em vez de metais :)

      Eliminar
    2. Por essa ordem de ideia, também podiam dizer que o vidro da frente era "safira", já que risca ao mesmo nível que o pseudo safira da câmara...
      O que importa para o consumidor é saber que aquilo de safira pouco mais tem que o nome.

      Eliminar
    3. Entendamo-nos.
      Todos nós já tivémos mostradores de relógios que riscavam (pelo menos os que usaram Swatchs) e penso que já toda a gente tem um que não risca e que se diz que tem um ecrã de safira.
      Tenho um da Lenovo, o X9, de 20 e poucos euros que diz que tem ecrã de safira. Sujeito a tratos de polé, é provável que risque antes de um Tissot.
      E nenhum dos três - o Lenovo, o da Apple e o Tissot é feito com o minério safira.

      O que interessa ao consumidor é se risca. Se encontrares alguém a dizer que a câmara riscou, volto ao assunto.

      P.S. Estar na escala de dureza 6, como é o caso do vidro, quer dizer que risca o 5, a si próprio, não risca o 7 e é riscado por ele. Mas do 6 ao 7 a dureza varia muito. A profundidade do risco pode ser muito variável. Estar no nivel 6 não quer dizer que seja vidro normal. Além disso, riscar depende da direção (pode ser riscado numa direção e não noutra) e da intensidade aplicada por quem risca - e para evitar isso usa-se um durómetro. E não mede a dureza numa escala de 1 a 10 (a de Mohs) - é apenas uma escala simplificada.

      Eliminar
    4. O Jerry deve ser bipolar, já em 2016 ele dizia isto:

      Just to clarify: the iPhone camera lens IS solid sapphire, not a laminate or glass. Just like I show and explain in the video. [Apple] isn't lying.

      — JerryRigEverything (@ZacksJerryRig) October 4, 2016
      https://twitter.com/zacksjerryrig/status/783331109962600449

      Eliminar
    5. E o link para o video dele é este:

      https://youtu.be/Zx4hRmuW6TM


      So why is it scratching?
      It's not. The lower hardness tools aren't scratching the lens. They're fracturing it.

      The scratching of the watch vs. the fracturing of the lens is clearly stated in the video and shown under the microscope.

      Fracturing — as opposed to scratching — is what happens when you have something so incredibly thin — unlike the much thicker watch used for comparison — and you apply pressure with no level of control.

      You'd have to precisely apply the same level of force, likely to the same thickness of material, to properly do that test.

      Source: https://www.imore.com/yes-iphone-7-lenses-really-are-made-out-sapphire

      Eliminar
  3. Por acaso visionaste o vídeo é que eu já tinha visto mesmo antes de ler aqui a notícia, então se não viste vai ver, porque em relação ao vidro ele tem exactamente a mesma resistência do X e o mais importante é que ele explica que existe de facto vários tipos de safira e até compara com um relógio da Tissot, depois logo vês os resultados e a conclusão a que ele chega acerca da suposta safira que deveria proteger a câmera mas que afinal tem a mesma resistência que o vidro.

    ResponderEliminar
  4. Não faz mal que risque, enquanto a maçã estiver visível, até é chique ter um iphone todo partido, não interessa nada... Tem a maçã, isso é que importa.

    ResponderEliminar

[pub]