2018/10/10

Bloomberg insiste na espionagem chinesa - agora com ficha Ethernet "adulterada" em operador de telecomunicações


O caso da acusação de espionagem chinesa a nível do hardware continua a dar que falar, e perante os desmentidos das empresas referidas (Apple, Amazon, Supermicro) a Bloomberg volta a insistir, agora referindo fontes numa "empresa de telecomunicações" dos EUA.

A situação vai adoptando contornos cada vez mais estranhos. Depois da acusação feita inicialmente pela Bloomberg, e prontamente desmentida pelas empresas visadas (inclusivé a nível oficial a entidades estatais), muitas foram as questões colocadas por especialistas da área, incluindo um que era citado como fonte mas que apresentava sérias dúvidas quanto ao artigo tal como foi publicado.

Em vez de esclarecer as questões que têm sido levantadas, a Bloomberg reforça o seu ataque, voltando a citar fontes de que um grande operador de telecomunicações dos EUA terá descoberto fichas Ethernet com chip espião no seu hardware. Pelo lado positivo, desta vez é referido uma técnica que seria bem mais lógica (utilizar um chip camuflado dentro de uma porta ethernet) do que a inicialmente referida, de adicionar um chip extra no meio de uma motherboard; por outro lado, a "fonte" continua a ser anónima... e a acusação voltou a ser negada pelos principais operadores de telecomunicação nos EUA (AT&T, Verizon, T-Mobile, Sprint (entre outras).



... Ou a Bloomberg está numa missão suicida de perder toda a credibilidade conquistada ao longo de décadas, ou será melhor que tenha grandes trunfos guardados para fundamentar tudo isto que tem publicado - e sendo esse o caso, poderá deixar muitas outras empresas em muitos maus lençóis, se tiverem sido apanhadas a negar uma falha de segurança a este nível de que teriam conhecimento.

4 comentários:

  1. O mais estúpido disto tudo, é que ao contrario dos hacks por software, existem provas físicas... ou não...

    ResponderEliminar
  2. Ya Paulo essa é a questão , onde estão as provas físicas , não basta umas fotos que podem ter as mais variadas origens , eu apesar do governo Chinês esperar de tudo , mas da actual Administração dos USA também não espero mesmo nad ade bom infelizmente .

    ResponderEliminar
  3. Também estou curioso para saber se há aqui realmente algo ou se a Bloomberg está a dar uma ajuda na guerra comercial China x EUA

    ResponderEliminar

[pub]