2019/01/01

As tendências tecnológicas para 2019


Depois de em 2018 se ter assistido à perseguição e popularização dos ecrãs sem margens, para 2019 a tecnologia continuará a ter muitas outras coisas novas para nos "entreter", contando com coisas como os ecrãs dobráveis, os veículos autónomos, e o inevitável 5G.

Ecrãs dobráveis


Depois dos ecrãs sem margens e dos notches, em 2019 a novidade irá centrar-se sobre os ecrãs dobráveis e a troca do notch pelos furos. Poderá ser também o ano em que, dando seguimento ao sensor de impressões integrado no ecrã, talvez se possa ver a primeira câmara frontal integrada sob o ecrã - nem que seja ainda sob a forma de protótipo que só venha a chegar ao mercado daqui por mais um par de anos.

Veículos autónomos

Com os planos de fazer chegar serviços de transporte autónomos aos clientes finais a avançarem lentamente, não há falta de outros projectos que vão querendo adiantar o processo de retirar o volante da mão dos condutores humanos. Em 2018 já tivemos a primeira viagem a atravessar os EUA de forma completamente autónoma (e que não foi feita pela Tesla) e é de esperar que em 2019 outros o façam. Para além dos veículos de passageiros, é também de esperar um aumento significativo a nível de veículos autónomos de entregas, que poderão revolucionar a logística das compras online (como se sentiriam se em vez de ter que esperar alguns dias por algo, o pudessem receber num prazo de poucas horas?)

Redes 5G

Depois do 3G e do 4G, em 2019 começaremos a ver o 5G a querer fazer apagar as memórias das tecnologias passadas; embora seja algo que previsivelmente vá necessitar de um par de anos (ou mais) para o período de transição. Mais do que garantir velocidades wireless gigabit, importará também que os operadores ajustem as suas ofertas de modo a torná-las competitivas... pois ninguém gostará de ter um tarifário cujo limite de dados se possa esgotar em poucos segundos. Seria também interessante que aproveitassem para lançar ofertas adequadas às necessidades múltiplas: hoje em dia será mais comum que nunca que algumas pessoas desejem distribuir a sua internet móvel por um smartphone, tablet, portátil, automóvel, e demais dispositivos "IoT" que possam ter (como localizadores, etc.)

Outras...

Será de esperar que também continue a avançar a alta-velocidade os avanços em áreas como a Inteligência Artificial, uma expansão dos produtos "Internet of Things", uma preocupação reforçada com a privacidade e segurança (especialmente após os acontecimentos com o Facebook e o novo RGPD), e claro... saber como irá ficar a questão dos direitos de autor e se ficaremos perante uma internet mais censurada que nunca.

O que fica desde já garantido é que cá estaremos, dia após dia, para ir acompanhando todos os acontecimentos a par e passo...  :)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]