2019/01/10

BOE mostra ecrã dobrável com raio de dobragem de 1mm


Estamos no ano dos ecrãs dobráveis e, a cada dia que passa, mais fabricantes vão mostrando as suas propostas, como é também o caso da BOE.

O ecrã dobrável da BOE tem uma diagonal de 7.56" e uma resolução de 2048x1536 - mesmo à medida de um tablet que se converta em smartphone quando dobrado. Destaca-se também por permitir um raio de dobragem bastante reduzido, o que será necessário para se criarem equipamentos dobráveis que tenham uma espessura excessiva, especialmente na zona da dobragem.

A BOE diz que este é o ecrã com raio de dobragem mais reduzido de sempre, de apenas 1mm. E quanto à sua longevidade, o fabricante diz que suportará 100 mil "dobragens" sem qualquer problema - algo que só se poderá validar daqui por alguns anos de utilização intensiva.


O maior problema é que, espreitando-se o seu modelo de demonstração (que não utiliza um raio de dobragem tão reduzido), são desde logo visíveis o mesmo tipo de problemas do FlexPai, com o ecrã a apresentar algumas "rugas" quando se dobra ou desdobra.

Isso é algo que provavelmente só poderá ser resolvido mecanicamente com mecanismos de dobragem mais complexos; algo que os fabricante já estarão a explorar: a LG pediu uma patente de um sistema com molas para "puxar o ecrã" de forma a que ficasse sempre esticado. Daí a curiosidade em se ver o modelo que a Samsung irá lançar em breve, para se ver como terá lidado com este pormenor que poucos estarão dispostos a aceitar em equipamentos com preços exorbitantes.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]