2019/01/13

Harley Livewire vai custar 30 mil dólares


Tal como tinha prometido, a Harley começará a vender a sua moto eléctrica LiveWire já este ano, mas os interessados terão que pagar quase 30 mil dólares por isso.

A Harley Davidson aproveitou o CES 2019 para revelar aquele que era o "detalhe" que mais curiosidade havia quanto à sua futura moto eléctrica: o seu preço. A Harley-Davidson LiveWire vai ter um preço base a começar nos $29799 dólares.

A par do preço, a marca revelou também que este modelo final que chegará às lojas terá capacidade para acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 3.5 segundos, e que terá autonomia para 177 km em utilização citadina. Conta ainda com conectividade permanente que permite saber remotamente a sua localização, estado da bateria, e demais informações sobre o seu estado.

Embora até se possa considerar que é um preço em linha com o das Harleys, o mais problema é que terá que enfrentar a Zero - que tem sido apelidada de "a Tesla das motos eléctricas" - e cujos modelos custam entre 10 e 16 mil dólares, valores substancialmente mais reduzidos. Dito isto, não é por haverem motos mais baratas que se deixam de vender Harleys, pelo que vai ser interessante ver que tal o clientes típicos da marca irão reagir a esta sua nova era eléctrica.

2 comentários:

  1. Como será o som de uma Harley sem motor de combustão interna?
    Espero que não seja semelhante ao dos carros da Tesla, mas por outro lado, porque haveria de ser diferente...?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eles dizem que criaram um novo som que será "característico" desta nova geração.

      Eliminar

[pub]