2019/02/02

Google quer levar o tracking para o calçado


Chegando numa altura algo infeliz - devido à recente polémica da sua app de tracking que contornava a App Store - a Google revela que até quer seguir os passos dos utilizadores na vida real, usando calçado inteligente com sensores integrados.

A Google tem um apetite insaciável por dados, mas isso não invalida que se desenvolvam sistemas que também possam beneficiar os utilizadores. Neste caso, a Verily (empresa da família Google dedicada às questões de saúde) está a tentar encontrar parceiros para promover a produção de calçado com sensores integrados.

Estes "sapatos inteligentes" teriam a capacidade para registar e analisar o tipo de passos dados pelos utilizadores, assim como determinar automaticamente o seu peso e inferir potenciais problemas de saúde. Poderiam também detectar quedas, que são sempre um problema entre a população mais envelhecida - e especialmente quando se tratam de pessoas que moram sozinhas.

Sem dúvida que a ideia é interessante - como em muitas outras áreas da tecnologia aplicada à monitorização da saúde no nosso dia a dia - mas, mais que nunca, importa ficar bem claro como e quem terá acesso a este tipo de dados... Pois se a maioria nem se importa de ver publicidade que foi direccionada com base no seu perfil; bem diferente será receber uma carta a dizer que o seu seguro de saúde foi cancelado porque os seus sapatos detectaram sinais de potenciais problemas graves de saúde iminentes.

3 comentários:

  1. Pois, lá está, por um lado queremos, por outro lado temos o big brother.

    ResponderEliminar
  2. Cada vez mais a vida dita "moderna" me faz parecer que estamos a viver dentro de uma espécie de gaiola para hamsters...

    E por outro lado, o meu avô tem quase 90 anos e tem saúde para dar e vender.
    Nunca precisou de sapatilhas "inteligentes" nem pulseiras "biométricas" ou outros que tais...

    Precisaremos nós?

    ResponderEliminar
  3. Vitor Madeira O problema não é esse de precisar é moda ditar tudo o que uns carneiros querem e os outros terem de levar por tabela com as escolhas de pessoas ignorantes!

    Tem sempre algo de bom para ajudar mas a maldade que pode ser feita com isso é muito pior do que os beneficios que traz!

    Não curto ver bajuladores de cenas americanas nem hipocritas que querem tudo a preço chines ,e cargam de alto para maldade que nos conseguimos fazer esses povos super explorados..

    É como os vidrados na Apple e Tesla eles a comerem o povo de cebulada!

    ResponderEliminar

[pub]