2019/02/18

Mi Mix 3 podia ter câmara 3D ToF mas Xiaomi achou melhor esperar


Estão a chegar ao mercado smartphones equipados com câmaras 3D Time of Flight, e a Xiaomi também considerou utilizar uma no Mi Mix 3. Só que, depois de a ter testado nalguns protótipos, achou que a tecnologia ainda não estava no ponto ideal.

Ao contrário do sistema utilizado pelo Face ID da Apple, que projecta um padrão de milhares de pontos infra-vermelhos que são utilizados para inferir o relevo 3D por triangulação, as câmaras Time of Flight funcionam enviando um impulso de luz e medindo o tempo que a luz demora a regressar ao sensor - de forma idêntica ao que o sonar faz com som.

As vantagens são muitas, permitindo obter imagens 3D com maior precisão, em tempo real, independentemente das condições de iluminação (ao sol, à noite, etc.) e sem quaisquer partes móveis (ao contrário do que acontece com a maioria dos sistemas LIDAR). Mas... também há desvantagens. Ao experimentar um módulo ToF durante o desenvolvimento do Mi Mix 3, a Xiaomi encontrou três factores que a fizeram não incluir uma dessas câmaras nesse modelo:
  1. Baixa resolução: a maioria dos sensores ToF no mercado tem uma resolução reduzida, abaixo da resolução VGA (640x480)
  2. Consumo de energia e aquecimento se / quando utilizado de forma contínua (o que será necessário se se quiser tirar partido do sensor para aplicações de realidade aumentada)
  3. Suporte do software ainda em desenvolvimento: de pouco serve meter um sensor ToF num smartphone se depois não se tirar partido disso, e isso inclui não só a nível das próprias apps do fabricante como também dar acesso para que outras apps o façam.

Pesando os prós e os contras, a Xiaomi achou que seria melhor continuar a trabalhar no sistema ToF, mas que ainda não estaria no momento certo para já o incluir no Mi Mix 3.

... Agora é só esperar se para o Mi Mix 4 as coisas já estarão "no ponto".

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]