2019/04/16

Falcon Heavy tombou devido às ondas


A primeira missão comercial do Falcon Heavy não correu afinal tão bem quanto se desejava, com a ondulação marítima a ter feito tombar o núcleo central depois de ter pousado correctamente na plataforma flutuante.

Embora tudo indicasse ter sido uma missão com triplo sucesso, com os três foguetes que compõem o Falcon Heavy a terem pousado com sucesso, o facto do bloco central ter aterrado na plataforma flutuante veio a demonstrar a imprevisibilidade do mar. Enquanto os dois boosters laterais aterraram sem problemas em terra e assim permaneceram, o núcleo central do Falcon Heavy não teve a mesma sorte.

As condições marítimas pioraram e ondulação acabou por fazer tombar o foguete. Situação infeliz uma vez que a SpaceX tem previsto esta situação e tem um sistema robotizado chamado octagrabber que prende os foguetes assim que aterram, precisamente para os proteger da ondulação e ventos que se possam vir a fazer sentir. O problema é que o octagrabber não estava ainda preparado para lidar com as "patas" do núcleo central do Falcon Heavy, que é diferente dos Falcon "normais" devido aos encaixes para os dois boosters laterais.

A SpaceX deverá lançar um novo Falcon Heavy daqui por dois meses, onde serão reutilizados os boosters laterais desta missão - e desta vez já com um octagrabber actualizado e capaz de manter o foguete central preso à plataforma caso volte a aterrar com sucesso.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]