2019/04/30

Google reconhece fracasso dos Pixel 3


Na apresentação de resultados a Google foi forçada a revelar que a venda dos seus smartphones Pixel esteve muito abaixo do esperado - mas diz que tal se deve à conjuntura do mercado.

A aposta da Google nos smartphones apenas de topo não está a dar bons resultados, como confirma o número de Pixels 3 e 3 XL vendidos, que fica abaixo dos números (que já não eram famosos) do ano anterior. No entanto, a Google diz que tal se deve à conjuntura do mercado, que dificultou a adopção dos Pixel (não parece ter dificultado o sucesso dos Galaxy S10, P30 e outros) e que já tem planeada a forma para responder a isto.

Embora tenha apenas referido novidades para o Google I/O, a resposta será o lançamento do novo Pixel 3a, que irá trazer os Pixel dos patamares de preço ultra-elevados para um segmento mais acessível. A grande questão é saber qual será a noção de "acessível" para a Google, já que alguns rumores colocam o Pixel 3a nos 450 euros (para comparação, o Pixel 3 anda pelos 667 euros) - o que, considerando as suas características medianas, poderá não resultar no sucesso de vendas que a Google espera (especialmente face a modelos como o Xiaomi Mi 9 ou Asus ZenFone 5Z).

Vamos aguardar para ver, mas parece pouco provável que este Pixel 3a venha a ser o digno sucessor do saudoso Nexus 5 - esse sim, o último do smartphones de sucesso da Google, e que tantas saudades deixou ficar.

4 comentários:

  1. com o Mi9 a 450€ podem preparar o caixão do Pixel 3a

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comparar um mi9 a um pixel... Sinceramente Miui não e para mim ;) mas são gostos

      Eliminar
  2. Se vendessem globalmente, se calhar vendiam mais. Os Nexus eram vendidos em Portugal, os Pixel não. Não se compreende numa empresa global, como a Google.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não faz mesmo sentido nenhum, nunca entendi a razão. Com um armazém na Alemanha, Reino Unido e/ou França podiam vender para toda a União Europeia.

      Eliminar

[pub]