2019/05/14

Notícias do dia

Falha no WhatsApp deixa instalar spyware com uma simples chamada (em iPhones e Androids); Vodafone Espanha também aplica limite secreto de 400GB nos tarifários "ilimitados"; Lenovo mostra protótipo de ThinkPad com ecrã dobrável; há um novo Shelly EM para monitorização de consumos eléctricos; nas promoções temos um relógio Xiaomi com ecrã e-Ink e sensor de temperatura por €15; como se comporta um Tesla vs BMW no estacionamento automático; e ainda o risco do "SIM Swap" na autenticação 2-factor.

Antes de passarmos às notícias de hoje, já temos novo gadget da semana para oferecer: um carregador wireless motorizado da Xioami; mas ainda vais a tempo de poder ganhar um dos exemplares do livro FCA Android Profissional - Desenvolvimento Moderno de Aplicações.

Amazon Echo começa a alertar para vidros partidos e outros ruídos em casa



Depois de centenas de janelas partidas, a Amazon começa finalmente a disponibilizar a função de alarme nos seus Echo, que poderão avisar os seus donos caso escutem o barulho de vidro a partir ou de outros indicadores de problemas (como o alarme um detector de fumo, de inundação, ou de monóxido de carbono).

Estes Smart Alerts são activados quando se diz à Alexa que se vai sair de casa ("I'm leaving") e, caso sejam detectados, enviam para o utilizador um clip com a gravação de áudio daquilo que se está a passar em casa. Infelizmente, por agora é algo que a Amazon está a reservar aos Echo nos EUA.


Apple lança iOS 12.3, macOS 10.14.5, watchOS 5.2.1, e tvOS 12.3



A Apple fez uma ronda de actualizações em todos os seus sistemas (muito provavelmente relacionada com a vulnerabilidade que permitia ao WhatsApp infectar os equipamentos com spyware), mas que também inclui a prometida app renovada Apple TV, Apple TV Channels (em preparação para o seu serviço de "TV"), e expansão do serviços AirPlay 2 a mais dispositivos de outros fabricantes, a começar pelas Smart TVs da Samsung mas esperando-se que chegue a modelos da LG, VIZIO e Sony nos próximos meses.


Lenovo ThinkReality faz frente ao HoloLens



A Lenovo não quer que a MS tenha todo o protagonismo na realidade aumentada e por isso avança com o lançamento dos seus óculos ThinkReality para AR e VR. À semelhança dos HoloLens da MS, trata-se de óculos capazes de funcionar de forma completamente autónoma, sem necessitar de um PC ou smartphone de apoio; embora, ao contrário dos HoloLens, que têm toda a electrónica integrada nos próprios óculos, estes coloquem o "cérebro" do sistema numa pequena caixa externa que terá que ser presa a um cinto ou outra parte do corpo.

Embora se tenha o incómodo do cabo, a vantagem é que isso faz com que os óculos sejam bastante mais leves e confortáveis de utilizar em sessões mais prolongadas. A autonomia anunciada é de 4 horas, e os óculos apresentam imagens Full HD para cada olho, preenchendo 40º do campo visual. Falta saber se o preço será competitivo face ao HoloLens, mas é de imaginar que sim (senão, estaria morto à nascença).


Vodafone começa a activar IPv6 para os clientes



Depois de muito atraso (só o estava a fazer para os clientes que o pedissem expressamente), a Vodafone Portugal começou finalmente a activar o IPv6 para todo os clientes - de forma gradual. Ainda será necessário mais algum tempo para se aproximar da MEO, que já iniciou esse processo em 2015, e actualmente já faz chegar o IPv6a quase 70% dos seus clientes.

Ao contrário do IPv4, que em tempos se pensava disponibilizar endereços "mais que suficientes" com os seus 32 bits (cerca 4.3 mil milhões de endereços), o IPv6 utiliza endereços de 128 bits que permitem 340.282.366.920.938.463.463.374.607.431.768.211.456 endereços - um número que deverá livrar-nos de preocupações durante algum tempo.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]