2019/09/19

YouTube adiciona mega-bloco publicitário à app para TVs


Faz-se luz sobre um dos potenciais motivos para o YouTube encerrar o seu interface TV, sem qualquer consideração pelas crianças com necessidades especiais: direccionar as pessoas para a utilização da app, onde acaba de adicionar um mega-bloco de publicidade que ocupa a quase totalidade do ecrã.

Os utilizadores da app do YouTube nas Smart TVs vão deixar de ver a habitual grelha de recomendação de vídeos, já que a maior parte do ecrã, logo no topo, passará agora a estar dedicada a um mega bloco publicitário que empurra tudo o resto mais para baixo, e com auto-play da publicidade.

O YouTube diz que os utilizadores estão "habituados" a ver mais publicidade nos televisores, e que por isso esta alteração se enquadra nas suas expectativas; enquanto simultaneamente promete aos anunciantes que esta nova modalidade garantirá o destaque pretendido ($$$) aos seus conteúdos publicitários. Parece-me que o YouTube se estará a esquecer que os clientes da Netflix há muito que não sabem o que é ver publicidade nos seus televisores e não deverão reagir muito bem a esta alteração (para além de se arriscarem a chegar à "gota de água" que fará com que os utilizadores comecem a procurar alternativas para se livrarem da publicidade); se bem que no caso do Amazon Prime Video, de vez em quando surjam uns já chatos clips a promover outros programas do serviço no início de alguns vídeos.

Mas na verdade, nem isto explica porque motivo o YouTube quererá encerrar o interface web para TV, já que podia, com a mesma facilidade, também ter adicionado o mesmo bloco publicitário a essa versão - se bem que, é também verdade que seria bastante simples aplicar um ad-blocker ou outro script que o fizesse desaparecer com a mesma facilidade, e talvez seja mesmo esse o principal motivo para o seu desaparecimento.

17 comentários:

  1. Carlos, os clientes da Netflix são o consumidor final. Os clientes do YouTube não são os seus utilizadores, são os anunciantes...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não estará tão certo quanto queres fazer parecer. Na realidade os utilizadores também são clientes. Quem coloca os vídeos na plataforma? Pois, sem esses vídeos o Youtube não tinha os outros clientes a que te queres referir.

      Eliminar
  2. A postura do Youtube tem sido péssima.
    A quantidade de publicidade dupla que apanho em cada video tem aumentado enormemente. Já para não falar dos constantes avisos para que faça a adesão ou ao youtube premium, ou ao youtube music... é surreal... :|

    ResponderEliminar
  3. Mais uma vez a google a fazer porcaria...é encerrar uma coisa para lançar outra, que confusão vai para ali, ninguém tem mãos na google para tomar boas decisões? Qualquer dia é o google photos e então é mesmo a gota de água para mim.

    Já agora aproveito Carlos para chamar a atenção que o abertoatedemadrugada.com (mobile) também está com um bloco enorme de publicidade, antes era bem mais simpático...não sei se já tinhas visto, acontence em todos os artigos, não é apenas na página principal (isto tem pelo menos 1 mês) aqui fica:

    https://imgur.com/kxl1SM9

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. só ocupa 66% do écran. muito próximo do YouTube. quem tem telhados de vidro é assim.

      Eliminar
    2. Não fazia ideia (mesmo em mobile uso o layout desktop). E infelizmente não tenho controlo sobre isso - esse é um bloco que o Blogger mete automaticamente, sem dar qualquer controlo.

      Quanto aos "telhados de vidro" que parecem incomodar algumas pessoas, relembro que temos uma app que dá acesso a todos os posts sem qualquer publicidade, para além do feed RSS completo para quem nem sequer quiser passar por cá. Portanto, aqui o vidro dos telhados só se for em painéis solares... :P

      Eliminar
    3. Sem problema, eu quando chamei a atenção era mesmo uma crítica construtiva porque pensei logo que nem sabias que estava assim :)

      Eliminar
    4. Eu uso a APP sem qualquer publicidade, cumprimentos.

      Eliminar
    5. Simplesmente fiz uma advertência sobre o tema em questão utilizando os mesmos argumentos que o autor utilizou.

      Eliminar
    6. Há formas de falar e advertir, a que utilizaste foi completamente desajustada. A publicidade da Google é frequentemente um bicho de 7 cabeças.

      Recordo-me de uma vez em que também activaram um modo "auto-adaptável" e que começou a mostrar pub por todo o site, incluindo os famosos banners no topo, que nunca quis utilizar no AadM; obrigando-me a ter que ir "estudar" para saber como raio desligar aquilo e deixar como estava dantes.

      Infelizmente, para o template mobile actual (automático do blogger), não vejo qualquer opção que me permita dizer que só quero "pub pequena", nem tão pouco desactivar por completo o tal bloco no topo.
      Mas podem sempre usar o Brave, ou outro browser com ad-blocker, e fica o assunto resolvido.

      Eliminar
  4. E a publicidade a meio dos vídeos? Péssimo, dá-me vontade de parar logo o vídeo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já estive a comparar com quatro pessoas todos com telemoveis diferentes, 6 vídeos, vídeos com 5 min outros 30 min, e os resultados foram todos diferentes:
      um deles por exemplo nunca tinha publicidade...literalmente nunca (apesar de aparecer os pontos amarelos na barra)
      outro colega tinha publicidades ao longo do vídeo, chegou ao cumulo de ter 2 anúncios seguidos?!
      outros era apenas no inicio do vídeo...

      Isto não depende só da goolgle/youtube, depende muito do tipo de conteúdo e do canal em questão...tem canais que não aceitam passar publicidade, outros que aceitam 2 ou 3 anúncios e depois existem outros que é tudo ao molho e fé em deus, querem ao máximo ganhar dinheiro com os vídeos...

      Eliminar
  5. Os tempos do don't be evil acabaram mesmo.

    ResponderEliminar
  6. ... a cavalo dado... Que diabos!
    É chato? É! 5 SEC e Next.

    ResponderEliminar

[pub]