2019/10/10

Nissan cobra 25 mil euros por bateria para Leaf


A Nissan é uma das marcas que impulsionou a adopção dos automóveis eléctricos com o Leaf, mas tem também causado alguns dissabores aos clientes que descobrem que custo de trocar a bateria é superior ao do valor do carro.

O dono de um Leaf recorreu ao Facebook para desabafar a sua incredulidade quando recebeu uma estimativa da Nissan de 25 mil euros para a troca da bateria do seu automóvel. Mesmo que se desconte o resto do material e a mão de obra, a bateria por si só - de uns comedidos 24kWh (actualização: a bateria de 24kWh foi descontinuada, agora seria de 30kWh) - continua a custar uns exorbitantes 23845 euros.


Para referência, a troca de uma bateria de um Tesla Model 3 (se não estiver ao abrigo da garantia de 8 anos e 200 mil km) custa entre 5 a 7 mil dólares nos EUA. Aliás, este valor pedido pela Nissan torna-se ainda mais obsceno quando se considera que é bastante superior ao preço que é pedido por Leafs usados mais recentes. Uma pesquisa rápida revelou Leafs de 2015 disponíveis por cerca de 15 mil euros, e por 24 mil já aparecem modelos de 2016 e 2017.

Embora seja inevitável que um carro eléctrico venha a necessitar trocar as baterias (pelo menos até que cheguem as baterias para "1 milhão de milhas"), definitivamente não se espera que isso venha a acontecer logo ao fim de 4 ou 5 anos, e com preço superior ao valor do carro.


Actualização: Em Espanha, apesar de também estar sujeito a "aventuras", o custo de substituição da bateria do Leaf fica entre os 7 mil e 9 mil euros (preço actualizado, depois de já ter custado 5 mil euros), pelo que algo de muito errado se passa com o preço dado pelo representante da Nissan em Portugal.


Actualização 2: Havia um comentário da Nissan - entretanto removido - que referia que o preço da bateria de 30kWh rondará os 5 mil a 6 mil euros (mais IVA).


A Nissan Ibérica terá confirmado, depois deste comentário ter sido removido, que o preço exorbitante seria o correcto.

Por esta altura, já seria tempo da Nissan emitir um comunicado oficial, a esclarecer a situação de uma vez por todas.


Actualização 3 (28/10): Depois de muitas hesitações, e após a reportagem ter chegado à TV com a Nissan a confirmar o preço exorbitante, foi finalmente emitido um comunicado pela marca a dizer que o preço irá regressar aos valores inicialmente indicados a partir de 4 de Novembro:

"Caso exista a necessidade extraordinária de substituição integral da bateria fora da garantia, o preço fixado pela Nissan a partir de dia 04 de Novembro de 2019, é de 7.000 euros + custos de instalação (+ IVA)."

18 comentários:

  1. A razão é muito simples.
    A marca não se quer dar ao trabalho de trocar a bateria então apresenta um valor completamente absurdo!
    Não seria a primeira vez que uma empresa faz isso.

    ResponderEliminar
  2. Leiam bem o artigo sobre a Tesla, o preço é por cada módulo de bateria. Tem a vantagem de permitir trocar só um módulo danificado, e não toda a bateria. No entanto, o Tesla 3, por exemplo tem 4 módulos, pelo que a substituição total vai para valores semelhantes aos da Nissan.

    "Tesla Puts Price on Model 3 Battery Module Replacement Around $5000-$7000"--> https://interestingengineering.com/tesla-puts-price-on-model-3-battery-module-replacement-around-5000-7000

    "The standard 50 kWh Model 3 battery pack is made of 2,976 of those cells in groups of 31 cells per “brick”. The bricks go into 4 separate modules (2 modules of 23 bricks and 2 modules of 25 bricks)." --> https://electrek.co/2017/08/24/tesla-model-3-exclusive-battery-pack-architecture/

    ResponderEliminar
  3. Estou mais curioso para saber quantos kms/anos teria este carro para precisar de uma reparação tão cara (troca de bateria).
    Mesmo que fossem os tais 8000€ ou 5000, quer me parecer um valor muito elevado para um carro que no máximo tem 10 anos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também vi este post, e por lá deram a indicação de que o carro era de 2014. Independentemente deste valor ser demasiado elevado, os evangelizadores dos eléctricos "esquecem-se" sempre de incluir a troca das baterias nas contas que fazem ao que poupam, sejam 20.000 ou 6.000 €, não deixa de ser um valor elevado, que inflaciona, e muito, a suposta economia que um eléctrico tem hoje em dia.
      Podem dizer-me que o poderão vender antes da troca das baterias, mas agora que chegamos a um ponto em que há vários eléctricos com meia dúzia de anos de circulação, e se vão conhecendo mais casos destes, quem é que vai querer comprar um eléctrico usado que pode a curto/médio prazo precisar de baterias novas?
      Atenção, sou um defensor dos eléctricos, só acho que ainda não é uma solução economicamente viável para o utilizador Português comum, por muito que certos espertos nos queiram convencer à força disso. Mas agradeço a contribuição dos "early adopters", são beta-testers pagantes da indústria automóvel, que está a melhorar aos poucos os seus veículos eléctricos, que dentro de uma geração automóvel ou duas, estarão mais bem preparados para as massas.

      Eliminar
    2. Há que ter esse valor em conta certamente.
      Mas este caso só vem demonstrar que se calhar acaba por ser mais vantajoso ir para um Model 3, apesar dos "20 mil euros a mais"... Já que nos Teslas tem carros com mais de 200 mil km e muitos anos, que permanecem com baterias nos 95%... E além do mais, cobram menos de 9 mil euros pela troca de bateria (falta confirmar quando começarem a precisar fazê-lo cá em Portugal)

      Eliminar
  4. nem descontam as molas e os pernos dassss

    ResponderEliminar
  5. Ressalvando as diferenças, há uns anos, na Worten, pediram-me por uma bateria de um Nokia 35€, enquanto que o telemóvel novo custava 80€...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou um seguro de 10€ para um termo-ventilador de 15€. Tiveram a coragem de me propor esse negócio.

      Eliminar
  6. Serei eu assim tão cínico para não estar nada convencido com o espírito ambientalista do mercado automóvel?
    No fim de contas acho que o ambiente não vai ganhar nada, os carros vão ficar obsoletos cada vez mais cedo e o receio de comprar um usado com a bateria estragada vai deixar muita gente de pé atrás. Mesmo que sejam disponibilizadas baterias da concorrência vão ser caras, pelo menos enquanto se recorrer ao lítio.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "o ambiente não vai ganhar nada": Vai diminuir as emissões de certeza, caso a energia posta nas baterias seja de fontes verdes. O ideal está bem formulado: Baterias para armazenar energia de fontes verdes, o ambiente ganha. O objetivo é claro e real, a tecnologia e o seu preço ainda não estão lá. Quer do lado do preço das baterias e o seu preço/longevidade, quer do lado da produção da energia verde. Mas os esforços para lá chegar devem ser louvados.

      Eliminar
  7. O PN da bateria é 295B0-9RB9E basta googlar para ver que a bateria ronda os 7-8000€ e não 19000! Ou é fake ou o concessionário não sabe o que faz o que é o mais provável. O mesmo aconteceu na Austrália e depois a Nissan veio dizer que foi um erro. Investiguem um pouco antes de publicarem treta! Ou pensem um pouco. Uma bateria não pode custar 75% do valor de um carro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente a Google não instala a bateria. A questão é precisamente ser esse o preço que um concessionário oficial está a indicar (já confirmado telefonicamente), e que também terá sido confirmado pela Nissan Iberia. É isso que é preciso esclarecer.

      Eliminar
  8. Na concorrência é bem mais barato: https://www.standvirtual.com/anuncio/oficina-de-carros-hbridos-e-eletricos-ID8LZZF9.html?utm_source=olx.pt&utm_medium=referral&utm_campaign=search_results_link
    Peçam um orçamento e vejam a diferença.
    Espero que com esta subida na Nissan Ibéria não subam o preço também.

    ResponderEliminar
  9. Depois de ver a imagem manhosa e de qualidade muito duvidosa, mesmo indo ao post original, nada leva a crer que isto seja verdade. Não há por parte do "lesado" resposta à maioria das perguntas. Duvido muito disto!

    ResponderEliminar
  10. 24.000€ a dividir por 200.000km dá cerca de 0,12€ por km.
    Quando compramos um carro elétrico temos que contar com este custo por Km.
    Mesmo assim deve sair mais económico que qualquer carro a combustível fóssil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Incrível se colocarmos as coisas nesses termos!

      Temos duas viaturas cá em casa:

      Uma viatura 4x4 que consome 8 litros de gasóleo a cada 100Km. Dá 10,4 cêntimos por quilómetro.

      A outra viatura é um pequeno citadino de 5 lugares que consome 4,7 litros de gasóleo a cada 100Km. Dá 6,1 cêntimos por quilómetro.

      Estou a calcular com base no preço por litro do Jumbo (1,30 Eur/litro)

      Eliminar
  11. ...se compramos um Tesla model 3 com as baterias para 1.000.000km mesmo que o carro custe perto de 40.000€, se o carro durar até lá, vejam quanto pouparam ao fim desses kms. 24.000 dolares (preço estimado das baterias) a dividir por 1.000.000 km = 0,024 dolares por Km.

    ResponderEliminar
  12. A novela das baterias continua...
    https://sicnoticias.pt/pais/2019-10-24-Proprietario-de-um-Nissan-Leaf-obrigado-a-pagar-30.000-euros-para-substituir-uma-bateria

    ResponderEliminar

[pub]