2020/01/23

Manter Windows 7 actualizado custa €800K à Alemanha


O fim do suporte para o Windows 7 permite à Microsoft amealhar mais alguns milhões por conta do pagamento de actualizações de segurança durante mais alguns anos - representando cerca de 800 mil euros só na Alemanha.

O fim do Windows 7 não é (ainda) tão final quanto isso, já que a MS vai continuar a disponibilizar actualizações de segurança - mas só aos clientes empresariais que pagarem pelos ESU (Extended Security Updates). NO entanto, é uma proposta que se revela bastante dispendiosa e que acaba por servir como incentivo para mudar para o Windows 10 quanto antes.

O preço varia em função do volume, mas é de aproximadamente $25 por cada computador com Windows 7, valor que duplica para os $50 em 2021, e volta a duplicar para os $100 em 2022. No caso do Windows 7 Pro a coisa é ainda pior, começando já este ano nos $50, e duplicando para os $100 e $200 nos anos seguintes.

No caso do estado Alemão, embora estejam em processo de migração para o Windows 10, há ainda cerca de 20 mil computadores, de um universo de 85 mil, que continuam a correr Windows 7, o que resulta na factura de cerca de 800 mil euros que será paga este ano para garantir as actualizações nessas máquinas.

De lembrar que a Alemanha tentou há alguns anos fazer a mudança do Windows para Linux, mas voltou a passar para Windows passados uns anos. Talvez agora reconsiderem que se calhar teria sido mais produtivo manter a aposta no Linux (imagino quantos dos funcionários que mostraram resistência à mudança do Windows 7 para Linux também irão dizer o mesmo com a mudança para o Windows 10!)

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]