2020/03/26

Huawei apresenta P40


Devido à situação em que actualmente nos encontramos (coronavirus), a Huawei optou por fazer a apresentação da nova série P40 online via stream, que chega com um grande objectivo principal: conquistar o mercado ocidental sem as aplicações e serviços da Google, que ficam ausentes devido ao embargo imposto pelos EUA.

O segmento superior da nova família divide-se pelos modelos P40, P40 Pro e P40 Pro +. O design e as capacidades fotográficas continuam a ser os elementos em destaque, sendo que a captura de vídeo foi outra das áreas que recebeu mais atenção por parte da marca chinesa. A nova série P40 herda o design do P30, com a ilha de câmaras na parte traseira a crescer para albergar o renovado conjunto de câmaras e sensores.


A Huawei reformulou a sua política para o segmento premium, seguindo curiosamente a mesma estratégia da sua rival sul-coreana, passando a apresentar uma gama com três modelos, o P40, P40 Pro e, em estreia, um P40 Pro +.


Em termos de hardware, os três modelos são muito semelhantes, com as principais diferenças a estarem no conjunto de câmaras e na certificação IP: IP53 no P40 e IP68 nos P40 Pro e P40 Pro +. O processador, como esperado é o Kirin 990 estreado com o Mate 30, com modem 5G integrado e suporte para mais frequências a nível mundial. O WiFi 6 Plus e um novo sensor de impressões digitais sob o ecrã (com maior área de detecção e mais rápido) são outros dos destaques, que no entanto não chegam para fazer esquecer os "apenas" 90Hz da taxa de refrescamento do ecrã (nos modelos P40 Pro e P40 Pro +), isto numa altura em o segmento premium já apresenta ecrãs de 120Hz.


As câmaras são mais uma vez o grande destaque, com a Huawei a apostar num sensor principal UltraVision RYYB de 50 MP com dimensão de 1/1.28".

O P40 apresenta um zoom óptico de 3X através da lente telefoto, podendo chegar às 30X (digital). O P40 Pro, através do já conhecido sistema periscópico, chega a 5X óptico, também com um sensor RYYB, que melhora a captura de imagem em ambientes com pouca iluminação.  A qualidade do zoom é igualmente melhorada através dos sistemas de AIS e OIS, que garantem uma melhor estabilização da imagem. O P40 Pro + combina a utilização de duas lentes telephoto, 3X + 10X (digital até 100X) para garantir melhores resultados.




Os algoritmos e sistema de inteligência artificial foram revistos para detectar pessoas de forma mais eficiente, sendo também capazes de eliminar elementos indesejados das imagens. A Cine Camera dos P40 Pro e P40 Pro + surge no lugar do sensor de 16MP do P40, para melhorar a captura de vídeo com zoom activado.


Para colmatar a ausência das aplicações e serviços da Google, a Huawei reforçou a sua aposta nos Huawei Mobile Services (HMS), com a App Galery a receber cada vez mais jogos e aplicações. As apps Huawei Music e Huawei Video são outras das apostas da marca chinesa, com estes serviços a ficarem disponíveis ao longo dos próximos meses, com os os clientes da marca a poderem usufruir de 3 meses de subscrição grátis.


As cores branco, preto e gradiente azul recebem agora a companhia de duas novas apostas em prata e dourado mate, que serão menos propícias às dedadas. O P40 Pro + vai ter direito a um acabamento cerâmico exclusivo, que segundo a marca, demora 5 dias a ficar pronto. A disponibilidade destas cores vai variar consoante os mercados, não havendo ainda informação sobre as que irão chegar a Portugal.

Em termos de preços, o P40 chega a Portugal com um preço de 829.99 euros, e o P40 Pro começará nos 1049.99 euros. Por agora ainda não se sabe se a Huawei fará chegar o P40 Pro + ao nosso país.




Galeria de imagens:




3 comentários:

[pub]