2020/04/16

Novo iPhone SE também vem sem chip U1 de localização


Quando se esperava que o novo iPhone SE da Apple viesse com tudo no interior idêntico aos iPhone 11, descobre-se afinal que também não inclui o chip de localização U1 ultrawideband.

O novo iPhone SE junta-se ao recente iPad Pro com LIDAR, na lista de novos equipamentos da Apple que chegam ao mercado sem o chip de localização U1. Só que, enquanto no iPad Pro isso poderia ser em parte explicado pela utilização do CPU A12Z que na prática é o A12X do modelo anterior, no novo iPhone SE torna-se mais difícil de entender, uma vez que recorre ao chip A13 utilizado nos iPhone 11.

É o chip U1 que dá aos iPhone 11 uma capacidade de localização muito mais precisa do que a que era possível utilizando apenas o Bluetooth, permitindo saber não só a distância a que estará um objecto perdido, mas também exactamente em que direcção - isto, quando as AirTags da Apple eventualmente forem lançadas. Sendo que por agora, servem apenas para localizar outros iPhones 11 durante o envio de conteúdos via AirDrop.

É por isso bastante estranho que a Apple tenha optado por lançar um iPhone SE sem chip U1, quando se esperaria que essa fosse uma funcionalidade que a Apple desejasse tornar universal para promover a adopção das ditas AirTags. Resta saber se isto poderá estar relacionado com o processo da Tile ou à semelhança do que aconteceu com as séries iniciais do iPhone X, que vinha com NFC "semi-avariado", a Apple terá detectado algum problema com o chip U1 e agora estará a adiar tudo até à chegada do próximo U2.

1 comentário:

  1. Basicamente quiseram gastar o mínimo possível neste novo equipamento, reciclando as peças do iPhone 8...

    ResponderEliminar

[pub]