2020/06/07

Kitty Hawk cancela Flyer para se focar no Heaviside


Depois de se ter lançado nos ares com o avião pessoal Flyer, a Kitty Hawk muda de estratégia e vai focar-se unicamente no seu avião autónomo Heaviside.

A Kitty Hawk, que conta com Larry Page como um dos seus investidores, optou por encerrar o desenvolvimento do Flyer para se dedicar exclusivamente ao Heaviside. A empresa diz que o Flyer cumpriu o objectivo de demonstrar que é possível ter um veículo aéreo que qualquer pessoa pode aprender a controlar num par de horas, e que esses ensinamentos foram essenciais para o desenvolvimento dos seus outros projectos. No entanto, a Kitty Hawk parece reconhecer que não haveria grande mercado para um "brinquedo" para milionários, ainda por cima, milionários que estivessem dispostos a arriscar a vida numa destas máquinas voadoras.

Já com o Heaviside as coisas são diferentes, já que se trata de um avião que poderá transportar múltiplos passageiros, em modo completamente autónomo, entre cidades ou diferentes locais numa mesma cidade, mantendo a capacidade de levantar e aterrar verticalmente, e com nível de ruído reduzido.

Ainda estamos muito longe do futuro idealizado há mais de um século, de que por esta altura as nossas cidades estariam preenchidas por carros voadores a atravessar os ares. Mas, quem sabe, talvez este Heaviside, que está a ser desenvolvido há anos, possa vir a ser o primeiro passo nesse sentido.


Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]