2020/07/10

Covid-19 fez aumentar 40% o tempo passado nas apps


Sem qualquer surpresa, o impacto do Covid-19 também se fez sentir na forma como as pessoas interagem com os seus smartphones, representando um aumento de 40% no tempo passado a usar apps face ao mesmo período no ano anterior.

Segundo estatísticas da empresa App Annie, a utilização de apps aumentou no segundo trimestre de 2020 para um valor recorde de 200 mil milhões de horas mensais em média, representando um aumento significativo de 40% face às cerca de 140 mil milhões que se verificavam em 2019.


É um comportamento que se poderá considerar normal, dividido quer pela utilização acrescida de apps de comunicação para quem teve que ficar confinado em casa, como por apps de jogos para ajudar a passar o tempo numa altura em que não era possível seguir as rotinas normais de entretenimento e socialização fora de casa.

Com isto chegaram também novos recordes no número de downloads e valores gastos nas apps, mantendo-se a regra de que na Play Store se fazem muitos mais downloads de apps, mas a maioria do lucro das apps continua a ficar do lado da App Store da Apple.


Independentemente de quem continua a estar o tempo todo em casa ou já regressou à sua rotina normal, importa ir mantendo um olho nos relatórios de utilização dados pelos seus smartphones, por forma a avaliar o tempo que passa com o smartphone. É um indicador extremamente valioso que poderá auxiliar quem se interroga "como é que dantes tinha tempo para isto / aquilo, e agora não tenho tempo para nada?" Quando descobrir que se calhar está a passar 5 ou 6 horas por dia agarrado ao smartphone, perceberá que são 5 ou 6 horas por dia que não está a fazer as tais coisas que costumava fazer.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]