2020/07/04

FaceApp garante que não é risco para a privacidade


Um ano após se ter tornado um sucesso viral e levantado questões de privacidade, a app FaceApp de transformação de rostos volta a ter uma nova vaga de popularidade... e das preocupações associadas por se tratar de uma app russa.

Numa altura em que o clima de desconfiança mundial vai aumentando (ainda recentemente a Índia proibiu o TikTok e dezenas de apps chinesas), e na Rússia temos o presidente Vladmir Putin a assegurar um cargo vitálicio na presidência, ressurge uma vaga de popularidade da app FaceApp.

Esta app permite aplicar uma série de filtros aos rostos, fazendo com que seja fácil envelhecer um rosto jovem, rejuvenescer um rosto velho, ver como ficaria um rosto masculino em versão feminina, ou um rosto feminino em versão masculina, e muito mais. É uma app que consegue resultados bastante interessantes que facilitam a a sua popularidade (e que até permite aplicar estes efeitos não só a fotos estáticas mas também a vídeos, na app iOS) - mas que não consegue evitar as preocupações relacionadas com o facto de estar a recolher rostos e de ser uma app de uma empresa russa.


A isso os criadores do FaceApp respondem dizendo que, ao contrário de muitas apps, nem sequer obrigam a que os utilizadores façam qualquer tipo de registo, permitindo uma utilização "anónima"; e que os dados são guardados temporariamente na cloud da Amazon e Google - sendo eliminados automaticamente ao fim de 24 horas.

Obviamente, tudo acabar pode depender do grau de (des)confiança de cada utilizador, já que há sempre potencial para o abuso no tratamento de dados, por muito inocentes que possam parecer: o simples endereço IP pode ser suficiente para ter uma localização geográfica aproximada, potencialmente permitindo que uma hash referente ao rosto de cada utilizador seja associada a essa localização (mesmo que não sejam mantidas as imagens dos rostos em si), etc.etc.

Por outro lado, há que ter em conta que, se por acaso já tiverem uma qualquer foto usada como perfil num qualquer serviço na internet (Facebook, Twitter, Google, etc.) então tudo isso se torna irrelevante, pois podem dar como garantido que o vosso rosto já estará em diversas bases de dados mundiais.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]