2020/12/10

Starship SN8 faz voo de alta-altitude mas falha aterragem

A SpaceX voltou a impressionar com a sua Starship, que desta vez se aventurou num voo de alta-altitude e onde tudo estava a correr bem... até aos segundos finais.

Depois de um enervante adiamento a 1 segundo do lançamento, o teste da Starship SN8 avançou finalmente, elevando a nave de Elon Musk até à mais elevada altitude até à data e dando uso a três motores em vez dos protótipos com um único motor usados nos testes anteriores. Havia muita coisa que poderia correr mal, mas felizmente (quase) tudo correu bem. A Starship elevou-se sem problemas, pairou por momentos a alta-altitude, fez a transição para uma orientação horizontal usando os seus flaps para controlar a queda, seguido de uma impressionante manobra de rotação para voltar à orientação vertical para se preparar para a aterragem.

O teste só não foi um sucesso completo pois, devido a baixa pressão num dos tanques de combustível durante a aterragem, a velocidade de contacto com o solo acabou por ser demasiado elevada; marcando o final do teste de forma explosiva.

Ainda assim, o teste superou todas as expectativas - Elon Musk já tinha referido que as probabilidades para que tudo corresse bem eram de apenas 33% - e seguramente servirá como forte incentivo para que a SpaceX continue o desenvolvimento acelerado da Starship.


2 comentários:

  1. Even so, it was a good test, let's continue with perseverance.

    ResponderEliminar
  2. Mesmo assim foi um bom teste, sigamos perseverando.

    ResponderEliminar

[pub]