2021/01/19

Elon Musk pondera valorizar opção FSD nas retomas dos Teslas

Um cliente descontente pode fazer com que a Tesla mude de posição na retoma de veículos e passe a valorizar a opção Full Self Driving do Autopilot.

A opção "Capacidade de condução autónoma total" custa actualmente 7500 euros em Portugal (10 mil dólares nos EUA), apesar de ainda não cumprir com as promessas que vão sendo feitas há anos (a última versão, actualmente em testes, finalmente começa a aproximar-se). É uma decisão que tem que ser ponderada cuidadosamente quando se equaciona a compra de um Tesla, mas que se revela ainda mais problemática no caso de se querer devolver o carro à Tesla para troca por um novo modelo.

Foi precisamente isso que aconteceu a Pierre Ferragu, que queria trocar o seu Model 3 por um Model Y, e ficou bastante indignado quando a Tesla lhe disse que a opção FSD pela qual tinha pago não tinha qualquer valor para efeitos de retoma, já que isso é algo que a Tesla pode activar novamente sem qualquer custo efectivo (embora, supostamente deva manter as opções pagas no veículo para os futuros donos). Não será propriamente justo ignorar que um cliente tenha pago 10 mil dólares por uma opção no seu veículo e pedir-lhe que volte a pagar esse valor no novo veículo que deseja comprar, e Elon Musk parece concordar...


Não se sabe ainda no que é que isto irá resultar, se numa valorização do FSD em cenário de retoma ou, eventualmente, na possibilidade de um cliente transferir a opção FSD de um automóvel para outro - o que poderia ser a solução mais eficaz, assumindo que poderia ser feito de forma gratuita ou um por um valor simbólico pelo serviço. Veremos o que é que Elon Musk irá decidir, esperando que o facto de se ter tornado no homem mais rico do mundo não o faça querer acumular ainda mais uns biliões à custa da venda repetida da opção FSD.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]