2021/01/10

Intel contempla produção de chips na TSMC e Samsung

Com a ameça dos chips ARM a ser cada vez mais evidente, a Intel está em negociações para passar a produção de chips para os seus rivais TSMC e Samsung.

Depois de anos de atrasos e adiamentos, e com a ameaça iminente dos chips ARM, que se vão revelando como alternativas mais eficientes e eficazes que os CPUs da Intel, o histórico gigante dos CPUs parece estar disposto a fazer aquilo que há uns anos pareceria inadmissível: passar parte da produção de chips para os seus rivais TSMC e Samsung.

Enquanto a TSMC e Samsung já estão a produzir chips usando um processo de fabrico de 5nm, a Intel permanece nos 14nm e aparentemente sem ter grandes esperanças de conseguir apanhar os seus rivais, que neste momento já avançam a a alta-velocidade para processos de fabrico ainda mais evoluídos (a TSMC deverá começar a testar a produção de chips em 3nm ainda este ano).

Por isso, e em vez de continuar com a cabeça enfiada na areia, parece que a Intel estará a contemplar a possibilidade de encomendar à TSMC e Samsung a produção de alguns dos seus CPUs mais avançados, que seriam produzidos com tecnologia de 4nm. Isto seria uma estreia e uma grande derrota simbólica, pois embora a Intel já tenha recorrido a produtores externos para alguns dos seus chips, era somente para os chips considerados pouco importantes, e nunca para os seus CPUs topo de gama.

Caso o processo avance, esses chips Intel feitos pela TSMC e Samsung só deverão começar a chegar ao mercado em 2023, e por essa altura a Intel terá que enfrentar mais dois anos de evolução dos chips ARM, com perspectivas cada vez mais complicadas. Teremos que esperar para ver se ainda continuará relevante nessa altura, ou se foi uma decisão que se tornou inconsequente por ter sido feita demasiado tarde.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]