2021/03/05

Campanha Reclaim Your Face quer proibir vigilância abusiva na Europa

Pretendendo impedir que na Europa se assista a um cenário como o que existe na China, a campanha Reclaim Your Face precisa do apoio de todos para evitar a implementação de sistemas de vigilância abusivos.

A tecnologia actual permite criar cenários "Big Brother" preocupantes, aplicando tecnologia de inteligência artificial aos tradicionais métodos de vigilância. Uma câmara de vigilância que tradicionalmente precisaria de ter alguém humano a monitorizá-la de forma quase contínua, pode agora estar associada a um cérebro electrónico capaz de vigiar simultaneamente milhares de câmaras numa cidade, analisando todos os rostos que estejam visíveis, todas as matrículas, e criando um detalhado registo sobre tudo o que cada pessoa faz.
Este não é um cenário de ficção científica, sendo o que já se passa na China, onde este tipo de sistemas até chega ao cúmulo de analisar as expressões faciais, para determinar se cada cidadão estará "contente" ou "descontente" - e é precisamente o que a campanha Reclaim Your Face quer evitar que aconteça na Europa.

A Reclaim Your Face é uma Iniciativa de Cidadania Europeia (ICE) que quer proibir a vigilância abusiva com recurso a dados biométricos e sistemas de inteligência artificial, incluindo o reconhecimento facial e todos os outros sistemas que possam ser utilizados (voz, olhos, ou até a forma de caminhar, etc.) Para isso precisa recolher pelo menos 1 milhão de assinaturas num mínimo de 7 estados-membros durante este ano; sendo que se tal for atingido, a Comissão Europeia será obrigada a responder ao pedido formal por nova legislação e a abrir o debate no Parlamento Europeu.

Se querem evitar que o cenário antecipado pelo Person of Interest se torne numa realidade na Europa, é algo para o qual podem contribuir adicionando o vosso nome a esta petição Reclaim Your Face.

7 comentários:

  1. O meu problema é com a definição de "abusiva" que não fica claro para mim. Parece-me que são obcecados com videovigilância por si só.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por exemplo, a Amadora é abusivo? Uma estação ferroviária, é abusivo? Com as fortes restrições que existem em Portugal, ainda consideram abusivo?

      Eliminar
    2. é abusivo quando deixa de ser para procurar resolver assaltos e afins e passar a ser usada para saber milimetricamente tudo que alguém faz

      Eliminar
  2. Vamos lá então fazer todos os possíveis para atrasar ao máximo uma realidade tipo filme 1984 na Europa...

    ResponderEliminar
  3. Não consigo assinar. Diz que o meu número de CC tem formato inválido

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem que inserir os quatro caracteres especiais de controlo.

      Eliminar
  4. Proibir vigilância porquê? Têm algo a esconder?

    ResponderEliminar

[pub]