2021/04/21

Apple censura gravação das AirTags

A Apple já revelou as seus AirTags, que podem ser personalizados com texto e emojis... até certo ponto.

Para além da localização UWB mais precisa, e a possibilidade de serem lidas via NFC por qualquer smartphone, incluindo Androids, as AirTags podem ser personalizados com texto e emojis, o que facilitará a sua identificação. No entanto, não pensem que se poderá escrever tudo o que se queira, nem mesmo quando se usa a bonecada dos símbolos dos emojis ou outros.

Um dos exemplos desde já descobertos é que não é possível combinar os emojis de um "cavalo" e de "cocó", que resultaria na popular expressão inglesa "horseshit"; embora seja possível fazer a gravação dos mesmos emojis em ordem inversa "cocó+cavalo"; ou trocando o cavalo por um unicórnio ou outro animal disponível na longa lista de emojis.
Outro pormenor curioso é que a Apple não permite fazer a gravação do seu próprio símbolo da maçã - dificultando a tarefa dos fãs da marca que, para além do logotipo da maçã já existente na traseira, também o quisessem aplicar na frente (terão que o fazer posteriormente, numa loja que faça gravações, de forma não oficial).

Se entretanto se depararem com outras combinações de emojis censurados pela Apple, não deixem de as partilhar nos comentários.

1 comentário:

  1. Aparentemente não permite "horse s**t", "dog s**t" ou "pig s**t". Mas "monkey s**t" e "chicken s**t" já é possível ��‍♂️

    ResponderEliminar

[pub]