2021/06/11

Gearbest em falência

A empresa que detém a loja online Gearbest, que tão bem conhecemos, está em processo de insolvência, podendo levar ao desaparecimento da mesma.

A GearBest apareceu no tempo em que lojas como o DealExtreme dominavam o mercado, e depressa ascendeu ao topo das lojas preferidas de todos os fãs de gadgets, onde se manteve durante vários anos. Mas já sabemos que nada dura para sempre, e com o passar dos anos a concorrência foi-se intensificando, e outras lojas começaram a tirar partido do facto dos preços na Gearbest começarem a não ser as "pechinchas" que lhe tinham dado fama. Isso parece ter também levado a um piorar do serviço, com um número crescente de queixas de que os produtos não eram enviados, ou que quando chegavam tinham caixas vazias (se bem que, neste último caso, fica sempre a dúvida se o produto poderá ter sido "desviado" durante o transporte) - e com tudo isso, a confiança e os clientes foram desaparecendo.

Agora, a Globalegrow Ecommerce, a empresa por trás da Gearbest, que tem mais de 3 mil empregados e um valor em bolsa de mais de 3 mil milhões de dólares, entrou em processo de insolvência e deixa a Gearbest com futuro incerto.

É provável que seja feito um qualquer plano de reestruturação e que tentem recuperar a imagem da Gearbest no mercado, mas não será tarefa fácil. A confiança é algo que demora anos a conquistar, mas que se pode perder de um minuto para o outro. Seja como for, e neste período de incerteza nas importações, a táctica mais segura tem sido optar por comprar na Amazon Espanha. Os preços podem ser ligeiramente mais caros, mas fica-se com uma melhor garantia de que não teremos taxas surpresas dos CTT ou alfândega.


Actualização (18/09): o site ficou offline.

10 comentários:

  1. Foi a primeira loja onde apostei para compra de equipamentos e nos últimos anos, a experiência tornou-se um caos.

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente essa parte de a Amazon.es ficar-se com a garantia de que não teremos taxas surpresas dos CTT ou alfândega, é um ou um mentira.
    À 1 mês e tal, mandei vir um jogo Xbox (de um vendedor de UK), sim, é certo que não era da Amazon.es mas, comprei de lá e levei com a surpresa de uma carta de alfândega para pagar uma taxa que não estava nada à espera…
    Não é a primeira vez que mando vir coisas pela Amazon.es, em vendedores UK e esta última vez, não tive grande sorte… 😒

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso foi fruto do brexit. Infelizmente afetou todas as relações comerciais.

      Eliminar
    2. Mas se comprares diretamente à Amazon ES não vem do RU de certeza.

      Eliminar
    3. Pois, mas ao comprador perceber de onde vem o item. Se tens esse cuidado no ebay ou no seu primi chinês, tens de ter na Amazon como em qualquer outro marketplace.

      @David, na realidade até podia vir, mas agora com o Brexit duvido que o façam. Por várias vezes fiz compras na Amazon ES e o produto vinha da França ou da Alemanha.

      Eliminar
  3. Espero bem que vão ao charco. Tenho pena dos que dão o couro a trabalhar pela empresa e que vão ficar desempregados, o resto, só têm o que merecem.

    Deitaram se à sombra da bananeira e ignoraram clientes antigos com reclamações. Claro que há redes sociais para relatar bom e mau serviço

    ResponderEliminar
  4. Chegou a ser em tempos a minha loja online de eleição... Desde o "revamp" do site passou a ser um Aliexpress mais fraco em preços e funcionamento geral. Não comprei lá nada nos últimos 2 anos...

    ResponderEliminar
  5. Chegou a ser a minha loja de eleição, até ao momento de ter encomendas a não chegar e não haver qualquer reembolso ou preocupação pelo cliente. O AliExpress passou a ser a escolha.
    Relativamente ao uso da Amazon o serviço pós venda e garantia é melhor que lojas físicas

    ResponderEliminar
  6. A única experiência que tive com esta plataforma (há uns meses) foi péssima.
    O produto não foi enviado pelo vendedor e foi um problema e uma burocracia conseguir receber o reembolso.

    ResponderEliminar
  7. Sou do tempo da DealeXtreme e da Gearbest, fui cliente das duas. Mas o serviço decaiu a olhos vistos. Hoje em dia compro no AliExpress e Banggood

    ResponderEliminar

[pub]