2021/06/11

Google desiste de esconder URL no Chrome (outra vez)

Após um ano em testes, a Google abandona (novamente) as intenções de esconder partes do URL no Chrome, que estava a ser vista como um ataque à web.

Se há princípio básico da web em que podemos contar, é que existe um URL no topo que indica o endereço da página ou conteúdo que estamos a ver. No entanto, alegando justificações de simplificação para melhoria da segurança, a Google queria avançar com uma alteração em que apenas seria exibido o domínio de topo (o site) escondendo o resto do endereço. Para se ver o endereço completo seria preciso clicar no url ou passar o ponteiro do rato por cima dele
Só que a medida foi duramente criticada, tanto pelos especialistas de segurança, como pelos utilizadores comuns, muitos dos quais ficavam impossibilitados de facilmente identificar uma página olhando para o URL, gerando enorme confusão. Bastará imaginar o que seria ter duas tabs abertas, com algo como duas versões de uma mesma página que estivesse a ser alterada: www.site.com/novapagina.html vs www.site.com/pagina.html em que deixaria de se conseguir distinguir ambas olhando para a barra de endereços.

Não abordando a questão das críticas, a Google diz que irá dar a experiência por encerrada por não ter obtido qualquer indicação de que a medida melhorava a segurança dos utilizadores, como era o seu objectivo.

De notar que esta não foi a primeira vez que a Google tentou esconder os URLs no Chrome ou modificá-los, pelo que, se a história servir de exemplo, é bem provável que daqui por uns anos voltem a tentar o mesmo.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]