2021/07/12

Black Widow faz sucesso no Disney+

O mais recente filme da Marvel, dedicado à Black Widow, já está nos cinemas - mas está também a fazer sucesso através da sua estreia no Disney+.

O Black Widow pode ser visto nos cinemas, mas é também um dos filmes que, ao estilo do que aconteceu com Mulan e outros, também está disponível logo desde a data de estreia no serviço Disney+. No entanto, não é um filme que por agora fica incluído no catálogo de conteúdos "oferecidos", sendo necessário pagar para vê-lo antecipadamente via "Premier Access": o que por cá se traduz no pedido de pagamento de 21.99 euros para o desbloquear. Quem não o quiser fazer, poderá ver o filme, sem custos acrescidos, a partir de 6 de Outubro.


É uma técnica que poderá em breve tornar-se no novo sistema standard para a estreia de filmes neste mundo pós-Covid-19, a avaliar pelo sucesso que teve. O filme arrecadou $60 milhões na sua estreia no Disney+, o que o deixa não muito distante dos $78 milhões obtidos na estreia internacional nos cinemas, e dos $80 milhões obtidos nas salas de cinema nos EUA.

Embora obviamente fosse preferível que os filmes ficassem disponíveis de imediato "gratuitamente", penso que é preferível ter esta opção de poder ver o filme logo desde a data de estreia em casa - mesmo que à custa de um pagamento extra - do que ser forçado a esperar os três meses habituais sem ter outra opção que não seja ir fisicamente a um cinema.

No final do mês será a vez do filme Jungle Cruise ter idêntico tratamento, e em Agosto e Setembro será a vez de Free Guy e Shang-Chi and the Legend of the Ten Rings (outro filme Marvel), embora neste caso com apenas 45 dias de espera para a disponibilização gratuita.


Actualização: Scarlett Johansson não gostou da estreia em streaming e vai processar a Disney.

2 comentários:

  1. 22€ para ver um filme que nos cinemas custa entre 5 a 8€?
    Não me parece que será com estes valores que "poderá em breve tornar-se no novo sistema standard para a estreia de filmes neste mundo pós-Covid-19".

    O tuga chora por pagar 25€/mês para ter uma mão cheia de canais de desporto, não o vejo a achar que ver um filme em casa justifique pagar 3x o valor típico do filme.

    Mais uma jogada para promover a pirataria.

    ResponderEliminar

[pub]