2021/08/11

Tesla Model S com entregas adiadas para o ano - para clientes que não queiram pagar o novo preço

Apesar de ter feito um evento com pompa e circunstância para marcar o início das entregas do novo Model S, o processo está a ser desastroso, com atrasos sucessivos e sem explicações, que podem atirar a entrega para 2022.

A Tesla já tem tradição a nível de lançamentos complicados e mais demorados que o previsto, mas no caso dos novos Model S a coisa está a atingir proporções que já não podem ser desculpadas tendo em conta todos os erros e aprendizagem do passado. Depois de um adiamento de 6 meses que nunca foi muito bem explicado, e quando os clientes que compararam o carro logo no primeiro dia esperavam começar a recebê-los, eis que têm que enfrentar uma nova aventura.

Inicialmente a Tesla decidiu, como faz frequentemente, alterar o preço e tornar o carro mais caro. E agora, são muitos os clientes que dizem que as suas entregas, inicialmente previstas para agora, estão a derrapar para Outubro, e nalguns casos até mesmo para Fevereiro de 2022! Isto para pessoas que foram das primeiras a comprar o novo Model S, enquanto outras que compraram o carro mais tarde (mas ao preço mais caro) já os estão a receber.

A suspeita é a de que a Tesla esteja a dar prioridade aos clientes que pagaram o Model S ao preço actualizado, e a adiar a entrega a quem o comprou ao preço mais reduzido, como forma de os pressionar a pagarem a diferença - algo que foi sugerido a alguns clientes como forma de poderem receber o seu Model S logo de imediato.

A confirmar-se, é uma péssima quebra de confiança que penaliza precisamente aqueles fãs que estiveram dispostos a investir num carro logo desde o primeiro dia, sabendo todos os problemas que poderiam estar associados a essa decisão. Só não esperavam ser atirados para o fim da fila até cederem e pagarem a taxa adicional que a Tesla decidiu aplicar com a subida de preço.

9 comentários:

  1. Elon parece estar a negociar o preço de uma manta na feira da Brandoa.

    ResponderEliminar
  2. Mmm. Este tipo de atitude sem qq respeito pelos clientes faz me lembrar google e apple.

    ResponderEliminar
  3. sim, é verdade.
    A atitude da Tesla para com os seus clientes que querem ser dos primeiros a testar as novidades é profundamente deplorável e mostra uma falta de respeito com os compromissos que toma com eles.

    Neste caso, a Tela fica muito mal na fotografia.

    ResponderEliminar
  4. É assim que se mata uma marca... por melhor que seja

    ResponderEliminar
  5. Parece que nunca ouviram falar do mercado capitalista, qual é mesmo a regra? Sacar dinheiro...
    Deveres para com clientes? Zero.
    Direitos dos clientes? Depois pensamos nisso.

    ResponderEliminar
  6. Parece que nunca ouviram falar do mercado capitalista, qual é mesmo a regra? Sacar dinheiro...
    Deveres para com clientes? Zero.
    Direitos dos clientes? Depois pensamos nisso.

    ResponderEliminar
  7. ALC, não, isso não é o mercado capitalista! É mesmo ditatorial e sem respeito às pessoas, tipico de ditaduras de esquerda (mais precisamente, comunismo)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com esta resposta mostra que não estudou minimamente a matéria.

      Eliminar
  8. A Tesla já tem tido problemas com os clientes não é de agora. Desde processos em tribunal tem 2 com 1735 clientes e o outro com mais umas centenas. Aquele ar de soberba, ainda lhe sai caro, sorriso de menino reguilha,parece que está mais preocupado com os foguetões, contrasenso já que apregoa as emissões zero, depois emite biliões de toneladas de CO2 directamente pra atmosfera. Eu fico com meu carro, e deixo essa tecnologia para os outros. Há aqui em Bruxelas uma hipocrisia tremenda, onde querem fazer dos novos carros, rampa de lançamento para negócio chorudo, e vem com a conversa das emissões. Cai quem quer, e os chineses agradecem

    ResponderEliminar

[pub]