2021/11/10

Apple prepara regresso da vigilância das conversas no iOS 15.2

Com a polémica sobre a monitorização das fotos a já ter acalmado, a Apple prepara a activação do sistema de monitorização das mensagens dos filhos para detectar conteúdos sexuais.

Este Verão tornou-se mais quente quando a Apple anunciou que no iOS 15 iria incluir um sistema que ia analisar as fotos nos iPhones dos utilizadores e denunciá-los às autoridades no caso de serem encontradas fotos suspeitas de abuso sexual de menores. Mas enquanto isso vai sendo preparado, a Apple desta vez opta por separar as coisas para tentar escapar à repetição do que se passou, quando anunciou duas funcionalidades diferentes em simultâneo.

Desta vez, no iOS 15.2 beta, temos apenas a funcionalidade que será mais fácil de justificar - embora não isenta de críticas - de dar aos pais a capacidade para monitorizar as mensagens dos filhos de modo a serem alertados no caso de estarem a ser enviadas ou recebidas imagens com nudez ou cariz sexual. Uma funcionalidade que a Apple também tinha anunciado em Agosto, e que ficou englobada na polémica da "espionagem das fotos".

Desta vez a Apple fez algumas diferenças, e aparentemente já não irá notificar os pais, em vez disso direccionando as crianças para pedirem ajuda em caso de necessidade. Isto depois de vários especialistas terem alertado que, num cenário de abuso infantil por um dos pais, a funcionalidade ter o efeito oposto, de dificultar o pedido de ajuda por parte da criança - já que qualquer imagem que tentasse enviar para documentar a situação, alertaria a pessoa que estava a cometer os esses abusos. É apenas um dos casos que revela que nem sempre as "boas intenções" funcionam no mundo real da forma que se espera, e podem acabar por fazer exactamente o oposto.

Por agora é algo que está a ser testado no iOS 15.2 beta, pelo que ainda poderá sofrer alterações até à chegada em versão final.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]