2022/02/08

Vodafone sem serviços após ataque de hackers

A Vodafone sofre um ataque de hackers que afectou praticamente todos os seus serviços, e muitos outros que dependiam deles para funcionar.

Se o dia de ontem tinha sido mau para a Vodafone, com a indicação de que teriam que devolver os valores cobrados indevidamente aos clientes, o dia de hoje tornou-se incomparavelmente pior. Milhões de pessoas foram surpreendidas por um regresso à "idade da pedra", ao descobrirem que não podiam fazer telefonemas, nem ter acesso à internet, nem sequer podendo ver TV.

A Vodafone foi alvo de um ataque de hackers que se terá iniciado ontem à noite, e que aparentemente terá conseguido afectar grande parte da sua infraestrutura, colocando a empresa em estado de emergência para repôr os serviços. É que, além de todos os clientes Vodafone afectados directamente, muitos outros não clientes também acabaram por ser, como caixas MB que ficaram sem comunicações por utilizarem a rede Vodafone.


Dentro do cenário caótico que se vive, resta o pequeno bónus de que o ataque parece não ter conseguido aceder à parte dos dados dos clientes (potenciando um ataque ransomware ou a venda dos mesmos), mas ter ficado limitado à parte da própria infraestrutura - possivelmente, e baseando-me apenas em suposições, focando-se nalguma vulnerabilidade em equipamentos de rede como routers e switches. Algo que poderia ajudar a explicar porque motivo a Vodafone tem enviado equipas técnicas às antenas, talvez para aplicar firmware actualizado e limpar a "infecção".

As totais consequências deste ataque só poderão ser conhecidas daqui por mais alguns dias, ou semanas, depois de tudo ter sido dissecado. E esperemos que a Vodafone explique detalhadamente o que se passou, e que serve como demonstração de como o nosso mundo moderno é bastante mais frágil e vulnerável do que se possa pensar.


P.S. - Diz-se, em tom de brincadeira, que poderá ter sido uma retaliação de hackers russos por Portugal ter vencido a Rússia no futsal. Será?


Actualização Vodafone (18:40):
A Vodafone iniciou o restabelecimento dos serviços base de dados móveis sobre a sua rede 4G na sequência de uma intensa e exigente operação de reposição. Este arranque está de momento condicionado a zonas restritas do País, estando gradualmente a ser expandido para o maior número possível de Clientes. O serviço está igualmente sujeito a algumas limitações, nomeadamente no que respeita à velocidade máxima permitida de forma a garantir uma melhor monitorização da utilização da rede, bem como uma distribuição mais equitativa e sustentável da capacidade disponibilizada aos nossos Clientes.


Actualização: Afinal não foi um ataque aproveitando vulnerabilidades de hardware, mas sim um ataque usando credenciais de um funcionário.


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]