2022/04/29

Amazon usa pedidos de voz da Alexa para publicidade

Um relatório diz que a Amazon usa os pedidos de voz feitos nos Echo para fazer tracking dos utilizadores e apresentar-lhes publicidade.

Um grupo de investigadores da University of Washington, UC Davis, UC Irvine, e Northeastern University centrou a sua atenção sobre os dados de voz que são recolhidos pela Amazon na interacção com a Alexa, e descobriu que a Amazon partilha esses dados (que não incluem as gravações de voz mas podem incluir as transcrições do que foi dito) com até 41 empresas de publicidade para efeitos de criação de perfis e apresentação de publicidade direccionada.

A Amazon desvaloriza o estudo, dizendo que faz suposições erradas, e comparando o que é feito ao mesmo tipo de tracking que acontece na web sempre que os utilizadores visitam uma página ou fazem uma compra, e que também revela o seu interesse sobre determinadas categorias de produto; mas os investigadores dizem que o tracking que é feito vai além daquilo que a Amazon refere nas suas condições de utilização do serviço.

Uma coisa é certa, é assustador espreitar aquilo que as empresas sabem (ou pensam saber) sobre nós. Os utilizadores da Google podem dar um salto às definições de publicidade e ver todas as categorias que a Google acha que nos interessa, e sobre as quais nos apresentará publicidade.
Um salto por lá pode revelar coisas que os utilizadores nem faziam ideia. No meu caso, descobri que a Google pensava que eu me interessava por flores, receitas de comida, e outras coisas do género, que me apressei a eliminar - além de desligar os novos tópicos no final.

Dessa perspectiva, sem dúvida que aquilo que se diz, quer seja à Alexa ou ao Google Assistant, é apenas mais uma das muitas coisas que serve para alimentar esta imensa máquina publicitária que domina a internet.

1 comentário:

  1. Depois de um salto às definições de publicidade da Google e 172 desativações depois... :)

    ResponderEliminar

[pub]