2022/05/05

BOE altera ecrãs do iPhone 13 sem autorização

A Apple suspendeu a produção de ecrãs de iPhone 13 pela BOE, depois desta ter alterado componentes sem autorização.

Num caso insólito e inesperado, mas que revela as dificuldades que a produção de componentes tem causado, a Apple perdeu temporariamente um dos seus fornecedores de ecrãs OLED para os iPhone 13. A BOE aparentemente terá deixado de conseguir encontrar os chips necessários para produzir os ecrãs, optando por outros equivalentes mas que causaram alteração nas dimensões do circuito - uma alteração que foi feita sem conhecimento ou autorização da Apple, levando à suspensão da produção assim que a Apple a detectou.

É fácil imaginar as pressões a que os fornecedores da Apple estão sujeitos, provavelmente tendo contratos com pesadas penalizações em caso de incumprimento; por outro lado, a Apple continua a ter interesse estratégico em manter fornecedores diversificados, para que - no caso dos ecrãs OLED - não fique excessivamente dependente da Samsung ou da LG. Motivo pelo qual a Apple parece não ter cortado as relações com a BOE por causa deste incidente, e sendo esperado que continue a ser um dos fornecedores para os próximo iPhone 14.

Por outro lado, com a Apple a ter aumentado substancialmente as encomendas dos iPhone 13 Pro para este trimestre, falta ver se os restantes fornecedores conseguirão arranjar ecrãs suficientes, ou se esse objectivo poderá ficar limitado pela falta de ecrãs.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]