2022/08/13

Disney+ aumenta para os €8.99 em Portugal

Depois dos aumentos nos EUA, eis que chegam os aumentos do Disney+ para Portugal - para os clientes que ainda tinham o preço original.

Depois dos bons resultados obtidos pela Disney, que superou a Netflix (contabilizando todos os subscritores dos seus vários serviços), a Disney anunciou o aumento de preços do serviço Disney+ nos EUA. E, como se temia, esses aumentos já foram expandidos ao resto do mundo, incluindo o nosso país.

Para Portugal, o preço mensal do Disney+ passa de €6.99 para €8.99, com a modalidade anual a passar de €69.90 para €89.90 - indicado num email que está a ser enviado para os clientes.

Ainda não é feita qualquer referência à "modalidade económica" com publicidade que a Disney vai disponibilizar no final do ano nos EUA, ficando por isso a incógnita se, nessa altura, teremos novos aumentos, ou se essa nova modalidade irá ser disponibilizada ao preço da mensalidade antiga de €6.99. O que é certo é que, euro a euro, os serviços de streaming começam a esticar a paciência - e carteira - dos clientes, até um ponto que me parece estar a aproximar-se perigosamente do ponto de ruptura.


Actualização: Afinal estes eram os preços que já estavam em vigor, com a alteração a ser aplicada aos clientes que ainda tinham o preço inicial mais reduzido. O que quer dizer que é bastante provável que efectivamente haja novo aumento quando chegar a modalidade com publicidade.

3 comentários:

  1. Comigo, muito provavelmente, em vez de ganharem cerca de 20€ a mais vão perde-lo todo.
    Sou cliente desde o 1o dia, no primeiro ano paguei 60, no segundo 70 e agora, ao terceiro ano querem 90.
    Vou cancelar a subscrição, os 70 já não se justificam para o pouco tempo que tenho disponível. Se for necessário subscrevo 1 ou 2 meses por ano para ver as coisas de mais interesse, ou então, com muita pena minha, volto aos métodos antigos, porque os preços a que estão a ficar este tipo de assinaturas já se torna insustentável.

    ResponderEliminar
  2. Eu também aderi desde o primeiro dia e desta vez cancelei a minha assinatura. Esticaram tanto a corda que rebentou! Agora não levam mais nada...

    ResponderEliminar
  3. Saiam à vontade da Disney+, depois voltam quando eles baixarem uma ninharia mas apresentarem publicidade.
    E aqueles que não vão fugir, devem certamente compensar monetariamente as eventuais fugas.
    Na pior das hipóteses fecham o serviço, metem em outras plataformas e ganham o dinheiro sem se chatearem.

    ResponderEliminar

[pub]