2022/09/09

Rússia assegura iPhones 14 via importação paralela

Apesar da saída da Apple da Rússia após a invasão da Ucrânia, um ministro de Putin assegura que os russos poderão comprar os novos iPhone 14.

Enquanto os europeus vão fazendo contas à vida e mentalizando-se para os aumentos que chegam com os iPhone 14 - e que em Portugal fazem com que o iPhone 14 mais barato fique acima dos mil euros - na Rússia a pergunta é se sequer irão haver iPhones 14.

A Apple, e muitas outras empresas, suspenderam as operações na Rússia em retaliação contra a invasão da Ucrânia, e isso tem dificultado o acesso dos consumidores russos a produtos que normalmente encontravam nas lojas. Mas, em resposta a isso a Rússia tem estado a promover uma política de carta branca à importação paralela (e de pirataria no caso do software), e diz que os russos não terão dificuldade em comprar os novos iPhone 14 por essa via.

O que é provável é que, tal como em qualquer outro mercado onde haja dificuldade de encontrar um produto, os iPhone 14 sejam alvo de inflação substancial no seu percurso para a Rússia.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]