2022/11/18

Análise ao Huawei Matebook 16s


Ainda sem luz ao fundo do túnel no mercado mobile, a Huawei mantém a sua aposta noutros segmentos de mercado, com os portáteis a serem uma das áreas em destaque. Desta vez temos o Matebook 16s para ver que tal se comporta.

Unboxing


As 16" de ecrã deste Matebook 16s levam a que a caixa do produto seja mais alongada do que é habitual, situação para a qual contribui o facto dos acessórios se encontrarem à direita do equipamento. 


A Huawei mostra-se comedida neste campo, disponibilizando apenas um carregador e respectivo cabo USB-C.


O carregador apresenta uma entrada USB-C numa das faces, com o corpo a apresentar dimensões relativamente compactas, conseguindo ser mais pequeno que os habituais, "tijolos" que acompanham os computadores portáteis. 


Em termos de potencia de carregamento, o carregador vai dos 10W (5V/2A) até aos 90W, numa relação de 20V/4,5A.


O Huawei Matebook 16s


Em termos de linhas, não há novidades, com a Huawei a utilizar um perfil com 351mm de largura, 254,9mm de profundidade e 17,8mm de altura, com as diagonal de 16" a impor estas dimensões, que só não são significativamente maiores, graças à reduzida espessura da moldura do ecrã.
O equipamento apresenta uma boa qualidade de construção, mas fica a ideia que a mesma está uns pontos a baixa daquilo a que a marca tem vindo a apresentar neste segmento de produto.



A moldura, pese embora reduzida, é suficiente para albergar a câmara frontal.


Na frente, uma reentrância para facilitar a abertura da tampa do portátil. É também nesta zona que encontramos dois microfones. 


Na lateral direita, duas portas USB tipo A (as nossas desculpas pela imagem desfocada).


Na lateral oposta, outras duas portas USB, desta vez do tipo C, uma porta HDMI e uma entrada para um jack de 3,5mm.


Na traseira, dois elementos para facilitar o fluxo do ar através da grelha existente nesta zona.


A refrigeração é feita através de um sistema de duas ventoinhas com 79 alhetas cada, para fazer circular o ar através de duas condutas de generosa dimensão.


A diagonal de 16" possibilita a utilização de um teclado sem emagrecimentos forçados, com a Huawei a anunciar um espaçamento de 1,5mm por tecla. O seu curso, permite uma cadência de escrita sem limitações. 

A ladear o teclado, duas colunas para um sistema de som com potência para animar uma festa. No canto superior direito, um botão para ligar/desligar o portátil, com sensor de impressão digital integrado. A leitura é rápida e precisa, pelo que este poderá ser o elemento preferencial para desbloquear o portátil


O touchpad também beneficia das generosas dimensões do portátil, apresentando uma área táctil 46% superior à disponibilizada pelo Matebook 14. É preciso na detecção do toque e gestos, permitindo uma navegação sem soluções por entre documentos ou páginas de internet.

Especificações:


  • Dimensões
    • Largura: 351 mm
    • Profundidade:254,9 mm
    • Altura:17,8 mm
    • Peso: ~1,99 kg
  • Ecrã
    • Tamanho: IPS 16 polegadas
    • Rácio ecrã / corpo: 90%
    • Proporção: 3:2
    • Resolução: 2520 x 1680, 189 PPP
    • Brilho máximo: 300 nits 
    • Gama de cores: 100% sRGB
    • Relação de contraste: 1500:1
    • Ângulo de visualização: 178 graus
  • Processador: Intel Core i9-12900H de 12.ª geração / Intel Core i7-12700H de 12.ª geração
  • Gráfica integrada: Intel Iris Xe
  • Memória: LPDDR5 de 16 GB
  • Armazenamento: NVMe PCIe SSD de 512 GB / 1 TB
  • Bateria: 84Wh
  • Conectividade
    • WLAN
      • IEEE 802.11a/b/g/n/ac/ax
      • 2,4 GHz, 5 GHz e 6 GHz
      • MIMO 2 x 2
      • WPA / WPA2 / WPA3
    • Bluetooth: Bluetooth 5.2*
  • Portas
    • 2 portas USB-A 3.2 de 1.ª geração
    • 1 porta USB-C (compatível com dados, carregamento e DisplayPort)
    • 1 porta USB-C (ThunderboltTM 4, compatível com dados, carregamento e DisplayPort)
    • 1 porta HDMI
    • 1 entrada para microfone e auriculares de 3,5 mm
  • Câmara: 1080P FHD
  • Áudio
    • 2 microfones
    • 2 colunas

Em funcionamento





A versão testada, apresentava-se com o processador Intel Core i7 de 12ª geração, sendo que actualmente, já é possível adquirir a versão com o processador Intel Core i9. A arquitectura big.LITTLE utilizada nesta nova geração de processadores, apresenta ganhos significativos face à 11ª geração, se bem que ainda fique aquém daquilo que a AMD consegue disponibilizar para este segmento. A bateria de 84Wh, sem grandes compromissos, consegue disponibilizar autonomia para um dia de trabalho, mas esta última irá sempre depender do nível do brilho e das tarefas efetuadas.

Os resultados dos testes de desempenho apontam para um equipamento que poderá não corresponder ao desejado, tendo o Matebook 16s chumbado no teste de stress do 3DMark. Uma análise mais atenta, revela um decréscimo inicial de 5% ao nível do desempenho, mantendo-se este registo ao longo do tempo, razão pela qual se considera que a avaliação deverá ser positiva, ao contrário daquilo que o software indicou.

O desempenho não será portanto uma preocupação, isto para navegação na internet e para o trabalho de escritório, desde que não envolva edição de vídeo. As 16" poderiam deixar antever esta possibilidade, fruto da resolução 2520 x 1680, mas a ausência de uma placa de vídeo dedicada, deixa desde logo esta hipótese de fora, não sendo por isso de considerar pelo consumidor. 

As generosas dimensões serão um deleite para a utilização acima referida, preferencialmente em casa, ou no trabalho, com a mobilidade a não ser a praia de eleição deste Matebook 16s. Carregar um equipamento com quase dois quilos, não será para todas as costas, pelo que andar com o portátil atrás, deverá ser muito bem considerado, pelo que a autonomia passará para segundo plano


A Huawei tem vindo a fazer uma forte aposta na diversificação do seu ecossistema, disponibilizando produtos que conseguem trabalhar interligados, sem que para isso o utilizador tenha de efectuar mil e uma configurações.


Na imagem em cima, é possível observar o Matebooks 16s ligado por cabo ao monitor Mateview (também é possível ligar sem fios), tendo ainda o smartphone Mate 30 Pro a ligar-se ao portátil, com função de espelho e controlo remoto do smartphone.


De referir que estas acções podem ainda ser facilitadas através da aplicação PC Manager, que curiosamente não veio instalada de origem, ficando essa opção à responsabilidade do utilizador. Com esta aplicação, poderão gerir as actualização do portátil, assim como de outros equipamentos. 


Apreciação final


Esta gama Matebook da Huawei, situa-se entre os equipamentos de entrada (MateBook D) e a premium (Matebook X), apresentando-se como uma proposta mais cuidada em termos de design e hardware. 

No caso deste MateBook 16s, temos um processador de última geração, 16GB de RAM e 1TB para armazenamento, com o ecrã de 16" a ser um deleite tanto para trabalho, como para visualização de consumos multimédia. Trata-se de uma excelente máquina para trabalho que não implique a edição de vídeo, sendo que os jogos também não deverão ser uma opção. 

O peso, na casa dos dois quilos, não convida a grandes passeios ao ombro ou às costas, mas será o preço a ter um maior factor desequilibrador aquando da aquisição. Com preço recomendado de 1.599€, o Matebook 16s custa quase tanto como dois Matebook 14 com 16GB de RAM e 512GB de armazenamento, situação difícil de compreender, porque as diferenças entre os dois modelos não são significativas (resolução, mais armazenamento e processador uma geração mais recente), não havendo sequer uma placa gráfica dedicada para ajudar a suportar a diferença de preço. Por outro lado, a Apple não tem qualquer problema em colocar o novo iPad (um tablet que segundo a marca não substitui o portátil) no mesmo patamar de preço deste MateBook 16s da Huawei, pelo que será o mercado a ditar o sucesso desta opção. Pela parte que nos toca, o preço penaliza decisivamente a avaliação final, limitando o MateBook 16s a um "QUENTE".


Huawei MateBook 16s

Quente

Prós
  • Desempenho
  • Hardware de topo

Contras
  • Preço
  • Qualidade de construção

Huawei Matebook 16s

Quente (4/5)

1 comentário:

  1. Com um preço desses, não me parece que venha a ter grande relevância no mercado...

    ResponderEliminar

[pub]