2017/06/21

Intel abandona Galileo, Joule e Edison

A tentativa da Intel em competir com os populares Raspberry Pi e Arduinos parece ter falhado, com a empresa a anunciar o fim dos seus Galileo, Joule e Edison.

A Intel queria facilitar a utilização dos seus chips de forma a serem alternativas aos Arduino e Raspberry Pi, e ao longo dos últimos anos foi lançando os Galileo, Joule e Edison. Se a ideia em si era interessante, e alguns desses módulos até disponibilizavam características bem acima dos sistemas concorrentes (os Joule podiam ter 4GB de RAM), já os preços... eram de assustar qualquer um que estivesse habituado a trabalhar com RPIs de poucas dezenas de euros, ou Arduinos de poucos euros...

Embora cada caso seja um caso, a verdade é que para a esmagadora maioria das aplicações, os Arduino e RPI são mais que suficientes para se fazer o que se pretende, e a custo extremamente reduzido. Ainda assim, isto não significa o desaparecimento completo da Intel deste segmento, pois ainda continua a disponibilizar o Curie e tem planeado o MinnowBoard 3 para o final do ano.

Quem tiver apostado nestes módulos da Intel que vão desaparecer ainda os poderá comprar até ao final de Setembro, com as últimas unidades a saírem da Intel em Dezembro. Quem estivesse dependente destes módulos terá que acelerar o passo para encontrar alternativas, muito possivelmente voltando-se para os concorrentes já referidos, que não parecem sofrer de problemas de potenciais desaparecimentos ao fim de alguns anos - ou voltar a confiar nos módulos da Intel... enquanto forem sendo disponibilizados.

1 comentário:

  1. O Galileo vem a equipar o Siemens IOT2020, ja com todas as certificações necessárias para Indústria e pronto a montar em calha Din.

    ResponderEliminar

[pub]