2018/07/25

Apple reconhece aquecimento excessivo do MacBook Pro com Core i9 e promete correcção via actualização


Ao contrário do que tem feito com outros problemas, no caso do aquecimento excessivo do novo MacBook Pro equipado com o mais potente CPU Intel Core i9 a Apple foi rápida a reconhecer o problema, dizendo que irá resolver o mesmo através de uma actualização do sistema.

A recente actualização dos MacBook Pro com Touch Bar veio trazer aos utilizadores as opções mais potentes que há muito esperavam, incluindo a opção de virem equipados com um CPU Core i9. O problema é que esse modelo depressa se revelou ser mais lento que o modelo equipado com um Core i7, devido a aquecimento excessivo que fazia o CPU funcionar com velocidade limitada.

Procurando evitar que isto se tornasse num novo caso que ensombrasse a sua nova linha, a Apple já veio admitir publicamente que há de facto um problema de sobreaquecimento no MacBook, mas prometendo resolvê-lo através de uma actualização. Ora, se por um lado é positivo ver a Apple admitir o problema, por outro lado não há como evitar pensar em qual será a "correcção" aplicada - pois afinal ainda está bem presente a "correcção" que foi feita nos iPhones 6 (e posteriores) a propósito da bateria (abrandando-os secretamente).



Mas felizmente, este caso poderá ser diferente, pois pensa-se que o problema poderá não estar relacionado directamente com o aquecimento do CPU mas sim com o sistema de regulação de energia (VRM), e que impediria que o CPU funcionasse no seu modo de desempenho máximo. Ainda assim, continuam as dúvidas sobre como a Apple terá lançado um produto para o mercado com uma falha tão grave; e há também quem continue a duvidar da capacidade do novo MacBook Pro conseguir manter um Core i9 em funcionamento a 100%, dizendo que não é fisicamente possível ter um sistema de dissipação capaz disso num volume tão compacto - algo que seguramente irá ser posto à prova assim que a correcção da Apple for disponibilizada.

6 comentários:

  1. Mais um tiro no pé.
    Já nem sei quantos são, só este ano.
    Será que a secção de testes foi fechada?
    Tou a tentar imaginar um tipo a pensar se vale a pena gastar uns milhares de €€€ num produto que não oferece confiança,que não faz o que é publicitado/previsto, e que, quando ficar fora da garantia,a reparação passa por valores proximosvdevum novo ( veja-se o caso de necessária substituição do vidro traseiro e frente de um iPhone X...)

    ResponderEliminar
  2. A maioria vai comprar porque é MBP ou porque tem i9, não vão estar a fazer benchmarks. Do outro lado vêm o quê? Dell, HP, Acer, Swift, Envy, Spectre, XPS, Inspirion... E depois os Surface, 2, 3, 4, Pro, não Pro, Book, Laptop, Go... Ninguém quer tirar um bacharelato para poder escolher um computador. É aí que a Apple ganha muito, tem uma linha de produtos coesa e simples, no campo windows, ou se fica frustrado com a escolha e se escolhe mal, ou faz-se a escolha certa (raro - que cada gama tem mil variantes e só uma fracção geralmente mais fraca é que está exposta) e há sempre problemas de firmware, de software, de drivers, da resistência da construção... etc

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. @Pedro Varela, os problemas que falas deverás estar a referir-te há Apple , certo , porque problemas de construção foram vistos nos teclados dos Mac e problemas com software também durante este ano não faltaram problemas e mais problemas um dos mais graves dava-te acesso root sem qualquer pass, enfim pedem autenticas fortunas por máquinas muito mal concebidas e normalmente com hardware completamente ultrapassado, aliás no teu post é isso mesmo que dás a entender quem não tem conhecimentos para escolher a máquina certa compra um Mac, é isso que a Apple promove a desinformação e a formatação para os seus fãs, eu diria que isto é quase um caso patológico.

      Eliminar
  3. Mas essa tragédia, só comparável a um episódio dramático do Stargate Atlantis ;-) não está já resolvida?

    "The company apologized for the bug fix in a statement provided to TechCrunch,

    Following extensive performance testing under numerous workloads, we’ve identified that there is a missing digital key in the firmware that impacts the thermal management system and could drive clock speeds down under heavy thermal loads on the new MacBook Pro. A bug fix is included in today’s macOS High Sierra 10.13.6 Supplemental Update and is recommended. We apologize to any customer who has experienced less than optimal performance on their new systems. Customers can expect the new 15-inch MacBook Pro to be up to 70% faster, and the 13-inch MacBook Pro with Touch Bar to be up to 2X faster, as shown in the performance results on our website".

    https://techcrunch.com/2018/07/24/apple-apologizes-issues-update-for-macbook-pro-thermal-throttling/?guccounter=1

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que reconheces a desculpa da Apple... senão ias ter que passar os meses seguintes a reinventar a realidade e a dizer que eram os "maluquinhos anti-Apple" a inventar coisas... ;P

      Eliminar
    2. "Does anyone remember that episode of Stargate Atlantis where the ZPM's power regulation ability is disabled and it almost overloads? It's sounding a lot like that. " ;-)

      Eliminar

[pub]