2018/09/12

Destaques da IFA 2018


A IFA é um dos maiores eventos de tecnologia que tem lugar em solo Europeu, com pavilhões sem fim, com vários pisos e milhares de marcas prontas a mostrar os seus novos produtos. O difícil é não nos perdermos no meio de tanta coisa, e o receio de deixar passar despercebido alguma coisa "fantástica" que esteja escondida algures, num dos stands de menor dimensão.

Desta vez, com mais tempo e um melhor planeamento, a aventura acabou por correr dentro do planeado, mas para não variar, lá ficaram duas ou três marcas por visitar. Isto tudo, depois de 40 Km percorridos a pé ao longo de 4 dias!


Este foi o ano das televisões 8K e dos sistemas de carregamento sem fio para smartphones. Em cada esquina havia um stand com um destes tipos de produtos. O 8K ainda está numa fase embrionária, ao contrário do carregamento sem fios que há muito está disponível no mercado. Felizmente, depois de uma fase de desinteresse, assiste-se novamente ao ressurgir desta tecnologia.


No meio de tantos produtos interessantes é difícil (e um pouco injusto) escolher alguns artigos a destacar, mas aqui vai a nossa selecção de destaque da IFA 2018.

Kirin 980



A Huawei deu a conhecer o Mate 20 Lite e a Honor lançou o Honor Play, dois novos smartphones que acabaram por ser ofuscados pela apresentação do processador Kirin 980.

O Kirin 980 foi desenhado com uma nova arquitectura de 3 clusters, um com dois núcleos A76 a 2,6GHz para alta performance, outro com dois núcleos A76 a 1.92GHz para um desempenho sustentado e um terceiro com 4 núcleos A55 a 1.8GHz, para eficiência energética. A passagem dos 10 para os 7nm permite, segundo a marca chinesa, um aumento de 20% no desempenho e uma poupança de 40% no consumo energético face ao Kirin 970, produzido num processo de fabrico de 10nm.

O novo GPU MALI G76, possibilita um desempenho 46% superior e uma eficiência energética 178% melhor que a do GPU do Kirin 970. Usando o jogo NBA 2K18 como exemplo o Kirin 980 consegue bater o desempenho do Snapdragon 845. A par da Dual-NPU, a melhoria da eficiência energética é um dos pontos em destaque no Kirin 980, corrigindo uma situação que penalizava o Kirin 970. Resta agora saber que tal se irá comparar face ao sucessor do Snapdragon 845, cuja chegada está para breve.


Lenovo Yoga Book C930




O Yoga Book, fruto da sua especificidade, foi um equipamento que causou muito boa impressão. Como primeiro modelo, foi considerado um produto bem conseguido mas com margem para melhorias, como tivemos oportunidade de referir na análise que efectuámos a este convertível.

O Yoga Book C930 apresenta-se com hardware renovado, com o Intel Atom x5-Z8550, a dar lugar a um Intel Core i5-7Y54 de 7a geração, capaz de disponibilizar um melhor desempenho. Apenas a lamentar o facto de não ser um processador de 8ª geração, que iria permitir um melhor desempenho energético. Vem com 4GB de RAM (8GB seriam bem mais interessantes...), SSD até 256GB e um duplo ecrã - este sim o elemento em destaque.

O ecrã principal apresenta um painel IPS de 10.8" com resolução QHD (2560 x 1600). O ecrã secundário é do tipo E Ink, também com 10,8" e tal como no Yoga Book Original, pode funcionar como teclado e bloco de notas, sendo que neste caso, dispensa o bloco de papel, passando o utilizador a escrever directamente no ecrã E Ink. Tirando partido desta tecnologia, passa também a poder ser utilizado como um e-reader. Tudo isto em apenas 775g (portabilidade ao máximo) e um PVP a começar nos 999 euros.


Headphones Sony MDR-Z7M2



Sempre que possível, Jorge Gallego, responsável de Comunicação Ibérica da Sony, faz questão de nos presentear com uma visita guia ao stand da marca. Este ano não foi diferente, pelo que tivemos oportunidade de ficar a conhecer em mais detalhe algumas das novidades da Sony.

Relógios com ecrã e-paper a chegar finalmente à Europa, mas não a Portugal. Fruto de uma parceria com a New Balance, este ecrã e-paper também é utilizado numas sapatilhas com uma sola futurista, como poderão ver no vídeo em baixo. Smartphones, televisões, não faltam opções. Câmaras minúsculas, com um zoom verdadeiramente impressionante, em suma, motivos para se "perderem" largos minutos neste stand.

Em 2016, este mesmo senhor fez questão que experimentasse os headphones MDR-1000X; modelo que uns meses mais tarde me fizeram abrir os cordões à bolsa quando surgiram numa promoção da Amazon. Este ano, alertei que não estava interessado em gastar mais dinheiro, mas ainda assim passamos pelos 1000XM3 e SP900, uns earphones à prova de água ideais para os praticantes de desportos aquáticos. Tentando repetir a táctica de 2017, Jorge Gallego ainda apontou para uns headphones de 3000 euros(!), de seguida direccionando-nos para uns modelos mais económicos: os MDR-Z7M2... que custam uns módicos 800 euros!

Tivemos de aguardar alguns minutos até chegar a nossa vez para experimentar os MDR-Z7M2. O primeiro impacto não surpreendeu, talvez pela música escolhida não permitir apreciar as suas capacidades. Optei por seleccionar uma música de estilo diferente... e passado alguns segundos estava a tirá-los dos ouvidos para dizer &@#$"#$! Assim sim, é coisa que se justifique ouvir. Já estamos a aguardar a oportunidade para testar estes MDR-Z7M2, só espero depois conseguir resistir à tentação de adquirir os mesmos (quem sabe... se a Amazon fizer realmente uma grande promoção!) Se o fizer, a cara metade já disse que quer um presente de igual valor! É justo...


Haveria muitos mais produtos para referir, mas tratando-se de um destaque, a escolha acabou por ser a apresentada. Para ficarem com uma melhor ideia do "mundo de coisas" que se podem encontrar na IFA, vejam o vídeo que se segue.

1 comentário:

  1. Há alguma previsão de quando saem esses "headphones" Sony em Portugal?

    ResponderEliminar

[pub]