2019/02/24

Huawei revela Mate X - o seu trunfo nos smartphones dobráveis


Tal como esperado, não demorou muito tempo até que a Huawei apresentasse oficialmente o Mate X, um smartphone com ecrã dobrável, que vem para se bater com o Galaxy Fold recentemente apresentado pela rival Samsung.

O mercado dos equipamentos com ecrãs dobráveis ainda está a dar os primeiros passos, mas a Huawei não quis ficar para trás nesta corrida, tendo trabalhado afincadamente para poder apresentar o seu Mate X (não confundir com o Mate 20 X!). A comparação com a proposta da Samsung foi uma constante ao longo do evento, com a marca chinesa a pretender demonstrar a qualidade do seu produto.


O ecrã de 8" é o elemento em destaque. Uma vez que fica dobrado com o ecrã visível do exterior, o Mate X apresenta três formas de utilização distintas, com o mesmo ecrã a ser visível da parte da frente e trás (quando fechado), e também quando está aberto, com dimensões de 6,6", 6,38" e 8" respectivamente, o que aumenta o nível de versatilidade do produto.


Quando comparado com o Fold, o Mate X apresenta uma maior área de visualização, com esta diferença a ser mais evidente na área frontal, sendo as 4,6" do Fold bastante inferiores às 6,6" do Mate X. Quando abertos, os ecrãs são semelhantes, se bem que o Mate X não apresenta um notch para alojar as câmaras, o que acaba por lhe conferir um aspecto mais elegante.



Com 5,4mm de espessura quando aberto e 11mm fechado, o Mate X consegue ser mais fino que outras propostas da concorrência. Este feito só é possível graças ao sistema de dobragem utilizado pela Huawei.


Falcon Wing, foi assim baptizado o sistema de dobragem utilizado no Mate X. Os mais de 100 componentes utilizados nesta "dobradiça" permitem que o smartphone possa ser aberto na totalidade, ao mesmo tempo que quando dobrado, apresente uma espessura inferior ao disponibilizado por outros sistemas de dobragem.


O facto de apenas apresentar câmaras de um lado - 40MP (Wide Angle) + 16MP (Ultra Wide Angle) + 8MP (Telephoto) pode ser visto como um inconveniente num equipamento que custa mais de dois milhares de euros, mas um olhar mais atento mostra uma opção que se poderá revelar interessante. A câmara que está no ecrã traseiro (para as selfies) é a mesma que é utilizada quando o ecrã está aberto, garantindo assim a utilização de uma câmara Leica nos dois cenários.


Em termos de hardware, temos um processador Kirin 980 que vem acompanhado de um modem 5G da Balong, o qual, segundo a Huawei, permite um desempenho 2x superior ao da proposta da Qualcomm.


Este modem tem a particularidade de estar preparado para operar nas redes actuais, 4G e 5G, assim como naquelas que teremos no futuro, apenas com redes 5G.


O Mate X conta ainda com 8GB de RAM, 512GB para armazenamento, expansíveis através de um cartão NMCard, sendo que se utilizarem este último, não poderão recorrer a um segundo cartão SIM (limitado a 4G).


A bateria é constituída por dois módulos, que apresentam uma capacidade combinada de 4500mAh, o que para alimentar este ecrã de 8" poderá ser algo curto. Tendo em conta o grafismo apresentado na imagem em cima, poderia haver espaço para uma bateria de maior capacidade, ou em alternativa, mais alguns mm na espessura, mas a opção da Huawei recaiu num equipamento mais esbelto.


Para compensar esta situação, temos o sistema de carregamento rápido, SuperCharge, que surge agora numa versão ainda mais potente, passando para os 55W. Segundo a Huawei, bastam 10 minutos para garantir uma carga próxima dos 1500mAh, chegando a mesma aos 85% em 30 minutos.


Para obter este nível de desempenho no carregamento, terá de ser utilizado o carregador que acompanha o smartphone, sendo que poderão utilizar o mesmo para carregar portáteis que permitam carregamento através da porta USB-C.


O Mate X tem chegada prevista ao mercado para meados deste ano, com a Huawei a justificar esta opção com base na tecnologia utilizada no smartphone. O preço, está ao nível do smartphone, sendo verdadeiramente estratosférico, com o consumidor a ter de pagar 2299€ por este Mate X.

Imagens do evento












































3 comentários:

  1. Ainda bem que não colocastes o vídeo do apresentador... o inglês do homem é incompreensível !
    Quanto ao telemóvel, a ecrã ficar de fora para mim não faz sentido e torna-o muito frágil a riscos/desgaste.

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. O P30 já está marcado para o final de Março:
      https://abertoatedemadrugada.com/2019/02/huawei-p30-sera-apresentado-no-final-de.html

      Eliminar

[pub]