2019/07/30

Ecrã dobrável do Royole FlexPai posto à prova


O Royale FlexPai pode ser considerado um protótipo mas conseguiu ser o primeiro smartphone com ecrã dobrável no mercado. Numa altura em que tanto a Samsung como a Huawei adiaram os seus modelos dobráveis para garantirem a sua resistência, nada como ver que tal o FlexPai resiste a alguns abusos.

A confirmar que este modelo está longe do que se esperaria de um smartphone com qualidade comercial está o facto do seu ecrã, para além das "rugas", poder ser riscado com uma simples unha - fazendo antever o que alguns dias ou semanas de utilização "touch" lhe farão.

Por outro lado, num teste mais abusivo de dobragem que vai para além dos ciclos de dobragem normais, vemos que tal ele se comporta ao partir a dobradiça e dobrar para o lado contrário. O ecrã flexível mostra que não se importa muito com o lado para que é dobrado -  e que o segredo estará na parte mecânica do sistema, como a Samsung veio a descobrir no Galaxy Fold, com o mecanismo a permitir a fácil entrada de lixo para trás do ecrã e levando ao adiamento do lançamento por vários meses.

Eventualmente, teremos ecrãs tão flexíveis que serão quase como papel. Mas até lá, teremos ainda muitos detalhes para resolver, a começar pela sua resistência aos riscos em utilização normal.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]