2019/11/10

Netflix vai combater partilha de passwords


A partilha de uma conta Netflix por vários amigos é uma forma popular de reduzir o custo de acesso ao serviço, mas é algo que a empresa diz que irá começar a combater em breve.

Contrariamente ao que se tem passado com o Spotify, que chega a pedir acesso ao GPS para validar se os diversos membros de contas familiares viviam efectivamente na mesma casa (coisa que depois deixou de fazer, mas entretanto voltou a implementar), a Netflix tem tido uma postura muito mais tolerante no seu serviço. E são muitas as pessoas que não pensam duas vezes, face à poupança verificada.

O plano Premium da Netflix custa actualmente 13.99 euros por mês, dando acesso aos conteúdos em Ultra HD, e permitindo até 4 streams simultâneos. Ou seja, se partilharem a conta com mais três pessoas, poderão todas elas usar o serviço em simultâneo sem problema, e com a conta (se dividida igualmente) a baixar dos 13.99 euros mensais para uns muito mais atractivos 3.50 euros - e, graças aos diferentes perfis permitidos, manter os favoritos e preferências de cada um, devidamente separados sem misturas.

Mas, com o número de serviços de streaming concorrentes que vão surgindo, poderemos em breve assistir a um maior controlo deste tipo de partilhas por parte da Netflix; embora, pessoalmente, me pareça que este seria a pior altura para o fazer. Perseguir quem está a usar o serviço, nesta fase, poderia ser o incentivo para que se mudassem para outra plataforma de streaming, causando uma queda no número de clientes que seguramente não interessará à Netflix nesta. Mas... se o Spotify o tem feito e não tem tido redução de clientes pagantes, a Netflix poderá achar que é algo que vale a pena arriscar. Saberemos ao longo dos próximos meses...

1 comentário:

  1. Não acontece no Spotify porque não existem muitas alternativas aliciantes...agora no mundo do streaming de vídeo, o que não faltam são alternativas com preços interessantes e amanhã com mais uma (Disney).

    ResponderEliminar

[pub]