2020/01/21

Clearview AI identifica rostos de "qualquer" pessoa


Poderá ser já demasiado tarde para quem quiser manter a sua privacidade, e este Clearview AI - que permite fazer o reconhecimento do rosto de qualquer pessoa - é apenas um dos exemplos visíveis do que já é feito hoje em dia.

Enquanto na UE se vai discutindo a proibição de tecnologia de reconhecimento facial em espaços públicos durante cinco anos, noutros lados vai-se fazendo aquilo que qualquer pessoa imaginaria já ser possível. Que vos parece a ideia de poderem tirar uma foto a qualquer pessoa (com ou sem o seu consentimento / conhecimento), e de terem excelentes probabilidades de ficarem a saber quem é ou qual a sua página do Facebook, Twitter, YouTube ou milhares de outros sites?

É precisamente isso que faz este Clearview AI, que já é usado por centenas de agências nos EUA, tendo por base mais de 3 mil milhões de rostos que foram acumulados a partir de todas as fotos publicamente visíveis na internet.

Quer isto dizer que já nem sequer importa que não coloquem fotos do vosso rosto no Facebook. Bastará que um amigo publique no Facebook uma foto de um aniversário ou outro evento onde vocês também aparecem, para que já tenham boas probabilidades de poderem ser descobertos - mesmo que indirectamente, direccionado a pessoa que fez a pesquisa para a página do tal amigo, já servindo como pista para chegar até vocês.

É um cenário que já vinha a ser antecipado há muito tempo, e que será (já é!) inevitável. Por um lado poderemos agradecer que a foto que a câmara do nosso carro ou casa tirou a um ladrão possa ser usada para que a polícia rapidamente o consiga identificar; menos bom é todo o enorme potencial para abuso por parte de uma tecnologia que nos deixa apontar uma câmara para qualquer pessoa na rua (o serviço avança até com a possibilidade de serem usados óculos de realidade aumentada, para identificar automaticamente qualquer pessoa no nosso campo de visão) e ficar tudo o que há para saber sobre ela.

Bem vindos ao futuro... em que podemos dizer adeus a qualquer expectativa de privacidade.


Actualização: Google, YouTube e Facebook querem que Clearview AI pare a recolha de dados, mas o impacto será irrelavante.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]