2020/03/29

Coronavirus "chega" ao espaço com falência da OneWeb


O impacto do coronavirus já não se limita à superfície terrestre, tendo agora contribuído para a falência da OneWeb.

A OneWeb era mais uma das startups que queria revolucionar as comunicações criando uma rede de acesso à internet via satélite, que ainda no mês passado tinha lançado 34 satélites que fazem com que tenham uma constelação de 74 satélites em órbita. A empresa estava em negociações e prestes a obter o financiamento necessário para continuar o seu projecto, mas o cataclismo financeiro causado pelo coronavirus acabou por inviabilizar essa expectativa e deitou por terra todos os planos, deixando a OneWeb em falência.

A situação lança grande incerteza sobre o que fazer com os 74 satélites já em órbita, assim como as cerca de metade das 44 estações terrestres já concluídas ou em processo de conclusão. Sendo que, mesmo sendo ainda uma fracção das constelação completa de 648 satélites que pretendia ter em órbita, capazes de proporcionar ligações de 400Mbps com latências de apenas 32ms, representam já um investimento bastante avultado que seria bastante triste ver desperdiçado...

Já estamos habituados a ver cenários idênticos em terra, com startups que lançam produtos que depois são abandonados por encerrarem ou também irem à falência (recentemente tivemos o caso da Essential), mas quando se trata de deixar dezenas (ou eventualmente centenas ou milhares) de satélites abandonados no espaço, a coisa torna-se um pouco mais complicada.

Resta esperar que este caso sirva de exemplo para implementar salvaguardas para evitar que algo idêntico volte a acontecer no futuro, potencialmente com constelações ainda maiores.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]