2020/03/20

YouTube reduz qualidade para poupar redes na Europa durante coronavirus


Seguindo-se à redução da qualidade na Netflix, também o YouTube anuncia a redução da qualidade pré-definida nos videos, para evitar sobrecarregar as redes durante o cenário de pandemia do coronavirus que tem deixado milhões de pessoas em casa.

Todos os serviços de streaming se estão a juntar ao movimento de poupança de dados, sendo que em muitos casos isso não será tanto uma questão de poupar as infraestruturas internacionais, mas sim as dos operadores nacionais - já que a maioria destes serviços usa sistemas para manter esses dados dentro da rede dos operadores, precisamente para evitar essa situação.

No caso do YouTube, no entanto, estão a fazer a opção que me parece mais correcta. Quem visitar o serviço começará por ver os vídeos YouTube na qualidade mínima, mas continuará a ter a opção para seleccionar manualmente uma qualidade superior se assim o desejar. É algo bem melhor do que impor a qualidade mínima...

A questão é que nem assim me parece que isso vá mudar o panorama a que temos assistido, onde operadores como a NOS têm aplicado traffic shaping com fartura aos streams de vídeo (e seguramente a outros serviços), fazendo com que supostas ligações de 100 ou 200 Mbps se fiquem por velocidades abaixo dos 10 Mbps. Que tal se em vez de pedirem aos serviços de streaming para reduzir a qualidade, fossem eles a baixar a mensalidade de forma proporcional à redução de velocidade?

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]